Rosário Oeste/MT, 23 de julho de 2014.

Arma de Fogo

Porte Legal de Arma, todos podem ter

Compartilharam este artigo no Facebook e eu achei muito interessante e instrutivo sobre porte de arma de fogo. Vejam:

Reprodução

Porte de Arma de Fogo

É o documento, com validade de até 5 anos, que autoriza o cidadão a portar, transportar e trazer consigo uma arma de fogo, de forma discreta, fora das dependências de sua residência ou local de trabalho.

PESSOA FÍSICA

Para obter o porte de arma de fogo o cidadão deve dirigir-se a uma unidade da Polícia Federal munido de requerimento preenchido, além de apresentar os seguintes documentos e condições:

(a) ter idade mínima de 25 anos;

(b) cópias autenticadas ou original e cópia do RG, CPF e comprovante de residência (Água, Luz, Telefone, DECLARAÇÃO com firma reconhecida do titular da conta ou do proprietário do imóvel, Certidão de Casamento ou de Comunhão Estável);

(c) declaração escrita da efetiva necessidade, expondo fatos e circunstâncias que justifiquem o pedido, principalmente no tocante ao exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física;

(d) comprovação de idoneidade, com a apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais fornecidas pela Justiça Federal, Estadual (incluindo Juizados Especiais Criminais), Militar e Eleitoral e de não estar respondendo a inquérito policial ou a processo criminal, que poderão ser fornecidas por meios eletrônicos;

Consulte aqui a forma de obtenção das certidões em cada localidade.

(e) apresentação de documento comprobatório de ocupação lícita e de residência certa;

(f) comprovação de capacidade técnica e de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo, realizado em prazo não superior a 01 ano, que deverá ser atestado por instrutor de armamento e tiro e psicólogo credenciado pela Polícia Federal;

(g) cópia do certificado de registro de arma de fogo;

(h) 1 (uma) foto 3×4 recente.

IMPORTANTE

1. O art. 6o. da Lei 10.826/03 dispõe que o porte de arma de fogo é proibido em todo o território nacional, salvo em casos excepcionais. Portanto, excepcionalmente a Polícia Federal poderá conceder porte de arma de fogo desde que o requerente demonstre a sua efetiva necessidade por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física, além de atender as demais exigências do art. 10 da Lei 10.826/03.

2. O porte de arma de fogo tem natureza jurídica de autorização, sendo unilateral, precário e discricionário. Assim, não basta a apresentação dos documentos previstos em lei se o requerente não demonstrar sua necessidade por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física.

3. O comprovante de capacidade técnica (Instrutores de Armamento e Tiro) e de aptidão psicológica (Psicólogos) para o manuseio de arma de fogo deve ser fornecido por profissional credenciado pela Policia Federal.

4. A taxa de expedição de Porte Federal de Arma de Fogo somente deverá ser paga após o deferimento da autorização pela Polícia Federal.

5.A autorização de porte de arma de fogo perderá automaticamente sua eficácia caso o portador dela seja detido ou abordado em estado de embriaguez ou sob efeito de substâncias químicas ou alucinógenas.

6.O titular de porte de arma de fogo para defesa pessoal não poderá conduzi-la ostensivamente ou com ela adentrar ou permanecer em locais públicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, agências bancárias ou outros locais onde haja aglomeração de pessoas em virtude de eventos de qualquer natureza.

7.O Porte de Arma de Fogo é pessoal, intransferível e revogável a qualquer tempo, sendo válido apenas com relação à arma nele especificada e com a apresentação do documento de identificação do portador.

 

CAÇADOR DE SUBSISTÊNCIA

Para obter o porte de arma de fogo o cidadão deve dirigir-se a uma unidade da Polícia Federal munido de requerimento preenchido, além de apresentar os seguintes documentos e condições:

(a) ter idade mínima de 25 anos,

(b) cópias autenticadas ou original e cópia do RG e CPF;

(c) cópia autenticada ou original  e cópia do comprovante de residência em área rural (Água, Luz, Telefone, DECLARAÇÃO com firma reconhecida do titular da conta ou do proprietário do imóvel, Certidão de Casamento ou de Comunhão Estável);

(d) declaração escrita da efetiva necessidade, expondo fatos e circunstâncias que justifiquem o pedido;

(e) comprovação de idoneidade, com a apresentação de atestado de bons antecedentes;

(f) comprovar depender do emprego de arma de fogo para prover sua subsistência alimentar familiar;

(g) 1 (uma) foto 3×4 recente.

 

IMPORTANTE

1.De acordo com o art. 6º, § 5º da Lei 10.826 será concedido o porte na categoria caçador para subsistência, de uma arma de uso permitido, de tiro simples, com 1 (um) ou 2 (dois) canos, de alma lisa e de calibre igual ou inferior a 16 (dezesseis).

2.O caçador para subsistência que der outro uso à sua arma de fogo, independentemente de outras tipificações penais, responderá, conforme o caso, por porte ilegal ou por disparo de arma de fogo de uso permitido (art. 6º, § 6º da Lei 10.826).

Perguntas e Respostas

1. O que é o certificado de registro de arma de fogo?

O certificado de registro de arma de fogo dá direito ao proprietário de arma mantê-la exclusivamente no interior de sua residência ou dependência desta ou ainda no seu local de trabalho, desde que o proprietário da arma seja o titular ou o responsável legal do estabelecimento ou empresa (Lei 10.826/03, art. 5º e Decreto 5.123/04, art. 16). O proprietário deverá escolher, quando da solicitação do registro, o endereço em que a arma de fogo permanecerá guardada, já que não poderá portá-la. Deve-se lembrar que a falta de cuidado com a guarda da arma de fogo, permitindo seu apoderamento por menor de idade ou pessoa portadora de deficiência mental, pode configurar o crime de “omissão de cautela” (art. 13 da Lei n.º 10.826/03).

2. O que é o porte federal de arma de fogo?

O porte de arma de fogo é o documento que autoriza o cidadão a portar,

transportar e trazer consigo uma arma de fogo fora das dependências de sua residência ou local de trabalho. O porte de arma de fogo poderá ser concedido pela Polícia Federal ao cidadão que (a) demonstrar a sua efetiva necessidade por exercício de atividade profissional de risco ou de ameaça à sua integridade física; (b) atender às exigências previstas no art. 4º. da Lei 10.826/03; (c) apresentar documentação de propriedade de arma de fogo, bem como o seu devido registro no órgão competente. Esta autorização poderá ser concedida com eficácia temporária e territorial limitada. Vale dizer que o porte de arma de fogo sem autorização configura o crime de porte ilegal de arma de fogo sujeito a pena de reclusão de 2 a 6 anos, e multa (art. 14 e 16, Lei 10.826/03).

 

3. O que é a campanha de regularização de armas de fogo?

Até 31 de dezembro de 2009, foi possível proceder à regularização de arma de fogo sem registro ou com registro estadual (através do registro ou renovação do registro estadual, também chamado de “recadastramento”). A regularização foi possível com a obtenção de um Certificado de Registro de Arma de Fogo expedido pela Polícia Federal, que desde o Estatuto do Desarmamento (Lei n.º 10.826/03) se tornou o órgão responsável pelo controle de armas de uso civil no país (emite o “registro federal”). A partir de 01/01/2010, o cidadão que possua arma sem registro com registro estadual (não emitido pela Polícia Federal) deverá devolvê-la na Campanha do Desarmamento.

4. E quanto à entrega da arma de fogo mediante indenização – Campanha do Desarmamento?

O cidadão pode, a qualquer tempo, entregar uma arma de fogo, registrada ou não, na Polícia Federal ou instituições públicas credenciadas (verificar em www.entreguesuaarma.gov.br). Deverá estar munido de Guia de Trânsito de arma de fogo, obtida em www.entreguesuaarma.gov.br (para transportar a arma de fogo até o local de entrega e não correr o risco de ser preso por porte ilegal), e receberá uma indenização de R$ 100,00 a R$ 300,00, dependendo do tipo da arma, nos termos dos artigos 31 e 32 da Lei 10.826/03.

5. Posso obter meu registro de arma pelos Correios ou filiados à Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições – ANIAM?

Até 31/12/2009, foi possível obter o registro provisório de armas de fogo nestes locais. Agora, o cidadão deverá procurar diretamente a Polícia Federal para renovar o registro de sua arma de fogo ou entregá-la na Campanha do Desarmamento.

6. E quem já obteve o registro federal após 2004?

O certificado de registro de arma de fogo tem validade de três anos. Assim,

quem já possui o registro federal, mas está com o prazo de validade expirando ou vencido, deverá regularizar sua situação junto à Polícia Federal.

7. Qual a validade do registro federal definitivo de arma de fogo?

O certificado de registro de arma de fogo tem validade de até 03 (três) anos, sendo que, esgotado o prazo, necessita de renovação.

8. O que poderá ocorrer com a pessoa que não renovar o registro de sua arma de fogo?

Possuir, mesmo que em sua residência, uma arma de fogo sem o registro

federal válido é crime, passível de pena de detenção de 1 a 3 anos e multa (art. 12 da Lei n.º 10.826/03). Portanto, deve-se proceder à renovação do registro ou entregar, voluntariamente, sua arma de fogo na Campanha do Desarmamento, não sofrendo nenhuma punição (art. 31 e 32 da Lei n.º 10.826/03).

9. Existe previsão de taxa, apresentação de certidões ou algum exame para a renovação do registro de sua arma de fogo?

Após 01/01/2010, a renovação de registro de arma de fogo necessita da: (a) comprovação de idoneidade, com a apresentação de certidões negativas de antecedentes criminais fornecidas pela Justiça Federal, Estadual, Militar e Eleitoral e de não estar respondendo a inquérito policial ou a processo criminal, que poderão ser fornecidas por meios eletrônicos; (b) apresentação de documento comprobatório de ocupação lícita e de residência certa; (c) comprovação de capacidade técnica e de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo; (d) pagamento de taxa de R$ 60,00.

10. Armas de fogo provenientes de herança são passíveis de regularização? ; Um ente querido faleceu e deixou uma arma de fogo. Como proceder?

Caso a arma de fogo não tenha registro ou tenha registro estadual (não emitido pela Polícia Federal) ela deverá ser entregue na Campanha do Desarmamento. Caso a arma já possua registro emitido pela Polícia Federal, aplica-se o disposto no art. 67 do Decreto 5.123/04: “No caso de falecimento ou interdição do proprietário de arma de fogo, o administrador da herança ou curador, conforme o caso, deverá providenciar a transferência da propriedade da arma mediante alvará judicial ou autorização firmada por todos os herdeiros, desde que maiores e capazes, aplicando-se ao herdeiro ou interessado na aquisição as disposições do art. 12 (do Decreto 5.123/04)”.

11. Qual é a idade mínima para o cidadão possuir arma de fogo?

De acordo com o artigo 28 da Lei nº 10.826 de 2003 é vedado ao menor de 25 anos adquirir arma de fogo.

12. É necessário levar a arma de fogo para renovar seu registro?

O cidadão não deve levar a arma para a unidade policial para renovar seu

registro.

13. Armas com registro estadual e sem registro podem ser regularizadas após 31/12/2009?

Em 31/12/2009 se encerrou o prazo para registrar armas não registradas (art. 30, Lei nº. 10.826/03) e renovar o registro de armas com registro estadual (art. 5º., § 3º., Lei nº. 10.826/03). O cidadão que obteve o registro provisório pela internet tem 90 (noventa) dias a partir da emissão do registro provisório para se dirigir à unidade da Polícia Federal com os seguintes documentos:

1) Original e cópia, ou cópias autenticadas, da cédula de identidade, do CPF e do comprovante de residência fixa;

2) Caso houver, original e cópia, ou cópia autenticada, do Certificado de Registro de arma de fogo emitido pelo órgão do Estado da Federação ou do DF, ou cópia do boletim de ocorrência comprovando seu extravio, caso o tenha perdido.

 

A Portaria n. 988/2010-DG/DPF, de 16 de março de 2010, prorrogou a validade dos registros provisórios emitidos pelo site da Polícia Federal e pelos Correios até a emissão definitiva do Certificado de Registro de Arma de Fogo para o requerente que apresentou a documentação legal exigida para o registro ou renovação da arma em uma das unidades da Polícia Federal ou órgãos credenciados.

Após 31/12/2009, quem possuir uma arma de fogo sem registro ou com

registro estadual vencido DEVERÁ entregá-la na Campanha do Desarmamento (munido de uma guia de trânsito de arma de fogo obtida em www.entreguesuaarma.gov.br) e receberá uma indenização de R$ 100,00 a R$ 300,00. Quem não promover a entrega de sua arma sem registro ou com registro estadual vencido à Polícia Federal estará sujeito a responder pelos crimes previstos na Lei nº. 10.826/2003.

14. Possuo uma arma de fogo sem registro. O que devo fazer? ; Perdi o prazo de 31/12/2009 para realizar o registro da arma. O que pode ser feito?

Caso você possua uma arma que não teve seu registro emitido pela Polícia Federal você poderá entregá-la na Campanha do Desarmamento (www.entreguesuaarma.gov.br). Vale lembrar que possuir e guardar uma arma de fogo sem registro é crime de posse irregular de arma.

15. Onde se encontra a definição de armas de uso restrito e permitido?

Todas as definições técnicas estão a cargo do Comando do Exército,

consoante art. 23 do Estatuto do Desarmamento. O Decreto 5.123/04 prevê tais definições em seu art. 10 e 11. O Decreto 3.665/00 regula nos artigos 16 e 17 as armas de uso restrito e permitido.

16. Quais são os casos de isenção de taxa?

A taxa cobrada pelos serviços prestados pelo SINARM constitui-se em um

tributo. Segundo o art. 150, §6º. da Constituição Federal qualquer isenção

tributária deve ser veiculada por lei. As isenções de taxa de armas são

previstas no art. 11, §2º. da Lei 10.826/03.

17. Dúvidas sobre o recebimento da indenização da Campanha do Desarmamento.

Ao chegar à unidade credenciada mais próxima para o recolhimento da arma, o cidadão receberá um protocolo do Banco do Brasil, composto de 16 dígitos, e uma senha de quatro dígitos, única e intransferível, que ele mesmo cadastrará na hora.

De posse deste documento, o cidadão deve se dirigir a uma das agências ou caixas eletrônicos do Banco do Brasil. O prazo para sacar a indenização é de 24 horas até 30 dias após a entrega da arma. O valor pode variar de R$ 150, R$ 300 e R$ 450, conforme a arma de fogo.

 

Fonte: Polícia Federal.

http://facanacaveiraoficial.com/registo-e-porte-de-arma/

Postado em: 05 de janeiro de 2014

Você pode se interessar por
Comentários

Agenda

Comente Aqui

  • Esperança Mãe de Aluno do Mare

    Para: Fernando Calixto, Prof do Mare

    Boa Tarde, fiquei sabendo pelo meu querido filho dessas conversas fiada que estão saindo sobre a atual diretora e sua família, me envergonha ver que tem gente que chega tão baixo capaz de falar essas barbaridades de pessoas, que fazem tanto pelos nossos filhos, eu conheço e reconheço o seu trabalho diretora, não liga para esse povo, que ao invés de conquistar alguma coisa na vida fica criticando quem corre atrás e conquista com trabalho prestado dignidade e competência, o que me dói mais é saber que os melhores diretores que tem dentro da cidade esta prestes a aposentar, você é importante porque mostra serviço, por isso você não tem concorrência nas eleições, pois o que importa para nós pais é o serviço prestado e você o faz muito bem, não preciso dizer nada basta olhar na sua atuação e ver o serviço prestado durante a sua gestão, não liga para os invejosos pois meus filhos e netos precisam de seus serviços, muito obrigado, Há me faça um favor diga para seu esposo, que não ligue para os comentários, isso me parece dor de cotovelo, pois, quem sabe quanto custa uma diária de pedreiro saberá calcular perfeitamente que ele não tem lucro nós serviços prestados ai, ele faz por você diretora, e outra coisa espero que ele pegue todas as obras que vier para o município, por que assim o dinheiro vai girar pelo menos um pouco dentro da nossa cidade, e você Fernando acha que é o povo de fora que é bom, para de ser invejoso e vai correr atrás de serviço para ocupar o seu tempo, pois quem não tem o que fazer fica falando mal dos outros e ainda se passando por outra pessoa.

    22 de julho de 2014
  • produto de soja

    Para: dr. elvin

    Parabens dr. o senhor nos alertou quanto o maltrato com os pacientes do Hospital Amparo dirigido por uma tal de rebeka, mandando servir osso de cachorro com arroz todos os dias para pacientes internados. Isso é desumanidade.foi bom o senhor dr. dar esse alerta, pois isso é caso de policia.

    22 de julho de 2014
  • paulo

    Para: cidadão

    que bom seria, se seus atos fossem tão bom quanto suas escritas, escreve bonito, com certeza deve falar bonito também. vc deve criar alguém com essa alimentação que vc chamou de ração.sab quem é sua esposa. que não passa de uma jumenta, que toma chifre e não faz nada éssa sim pode ser considerada uma animal.HOMEM DE PALAVRAS BONITAS E ATITUDES DESPRECIVEL.

    22 de julho de 2014
  • Cidadão

    Para: Alguem

    Diante de um posicionamento tão chulo e desrespeitoso, tendo abandonado as idéias e partido para ofensas morais, retiro a minha limitada sapiência diante de um espirito tão carente de bons propósitos e uma educação aceitável. Retiro-me por julga-la enfezada.

    22 de julho de 2014
  • produtor soja

    Para: dr elvim

    vc ta com razao, e vergonha, a ex diretora vejo na rua com cara cinica e niguem faz nada , ela desvia dinheiro do hospital e fica por si mesmo, vejo a prefeitura abarotada de puxa sacos fazendo festinha de aniversario e os pacientes comendo osso e vergonha termos um municipio que arecada tanto dinheiro e nao e usado na cidade, eu pago muitos impostos e nao vejo sendo aplicados e vergonha, e cidade muito suja e de admistraçao fraca, da vergonha ver cidade que eu gosto ta assim, so fico aki por que meus filhos gostam e sao rosarienses , da saudade da rosario oeste 1987 quando cheguei aki ,vindo parana

    21 de julho de 2014
  • Dr,elvin

    Para: diretora do hospítal amparo

    Estive este final de semana visitando a tia de minha mãe e fiquei aterrorizado de ver a comida que é servida para os pacientes. Uma vergonha nem favelados comem dessa maneira. Uma comida totalmente contraria as exsigencias do Conselho estadual , em vez de uma comida com muitas verduras e leve, servem osso para pacientes como se eles fossem cachorros. Irei entrar com uma representação junto ao Conselho Estadual de Saúde e tambem na promotoria para mostrar o descaso com os doentes desse hospital amparo. Pedi a minha mãe que retirasse a minha tia o mais urgente possivel pois se não ela iria se entoxicar com esse alimento de quinta categoria. Outra o mesmo osso que é servido no almoço para os pacientes é servido na janta. Isto é uma vergonha. Sr. Conselheiro da saúde de rosario oeste vê esse descaso urgente.

    21 de julho de 2014
  • Morador do bairro monjolo

    Para: Umberto, Pref. de Rosário

    Estamos sofrendo muito com poeira, aqui no bairro monjolo! Por favor, manda esse caminhão pipa, passar aqui, rua do campo.

    21 de julho de 2014
  • alguém

    Para: cidadão

    agora não é mais médico, é professor de letraskkkkkkkkkkkkkk.é triste não ter oque fazer. que vocabulário maravilhoso. doutor , agora professor oque será a por vir. não pssa de um pisicopatakkkkkkkkkkkkk. tudo isso é sonho de que? de não ter uma mulher chifruda, um filho noiado. uma filha prostituta?

    21 de julho de 2014
  • mais uma vez

    Para: promotoria

    Vcs estão atuando em que município pois aqui em Rosário Oeste não vejo acontecer nada, só uns exemplos carro de som fazendo propaganda passando 7 horas da manhã, lanchonete fazendo musica ao vivo até 2 horas da manhã , motoqueiros fazendo baderna carro de som passando de madrugada com o som no ultimo e ninguém toma providencias, denunciar pra policia militar não adianta nada pois se eles trabalhassem do jeito como eles andam bem fardados e perfumados nossa cidade não estaria neste caos, ta mesmo uma palhaçada tomem providencias e divulguem para a população que vcs estão trabalhando.

    19 de julho de 2014
  • Cidadão

    Para: Alguem

    Enfezado individuo, a sua rasteira linguagem, o aproxima das bestas pervertidas, as quais defendes. Seu analfabetismo vai além do Léxico, aonde aponto que não existe "TUBULAÇÔES; O Médico diagnostica seus Clientes e não CRIENTE; E atos de cunho ofensivo a mora , são atos libidinosos e não DELIBIDINOSO. Feito este introito, aonde já me dá ideia da sua incipiente capacidade mental. Te assevero que na minha família não reina a perfeição, mas por graça divina não possuo os quadros que apresentas-te o que deve ser dolorido, assim como ter um neófito metido a orientador e analfabeto como você no seio familiar. Nas primeiras letras é um tapado, não se atire em pensamentos mais elaborados pois quem nasceu para jumento assim deve permanecer. Como logrei exito na sua identificação personalística, faço voto que permaneças sendo pelego de quem te dá a ração.

    18 de julho de 2014
  • marcia ribeiro

    Para: prefeitura

    e vergonha essa secretaria de saude, nao entende nada, so vive malhando na academia com mini short socado desfilando nas ruas

    18 de julho de 2014
  • prof do marechal rondom

    Para: edil

    e pura verdade , trabalho no colegio a doze anos todas as obras e tuta que faz , e pura mentira, nunca vi vcs doar nada, vcs vivem de obras de colegio

    18 de julho de 2014
  • fernando calixto

    Para: edil

    vc para de mentira, vo falar as obras tu esta fazendo para poder publico, promotoria, ampliaçao psf centro, fez muro do cemiterio, vcs vivem so obrinhas da prefeitura, mi fala uma obra particular teu marido faz ai ti peço desculpas... ja que ele tem contrutora fala edil

    18 de julho de 2014
  • Dr. Rain Ourives

    Para: todos os rosarienses

    Muito bem colocado a reportagem do Sr.Célio Macedo com respeito a reforma do prédio da camara. Isso não é novidade Sr. Célio, pois o Vereadorzinho incapaz um tal de benvino, fez várias reformas em sua passagem pela presidencia da camara, O que que isso gente.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    18 de julho de 2014
  • armando vitalino

    Para: prefeito

    Eu acho graça de voce pagar uma revista para publicar o que voce quer. Vergonha voce mandar publicar fotos de seu secretariado. Todos ruins e não desenvolve nada.

    18 de julho de 2014
  • Edil

    Para: Vagabundo Fernando Calixto

    Primeiramente trabalhe ao invés de falar mal dos outro, não é o meu praxe fazer isso, mas se você é homem suficiente que venha falar para mim e não usar a rede social para falar coisas que você não sabe, e para o seu conhecimento, tenho serviço prestado na Escola Marechal e que muitas das vezes a empresa do meu esposo faz sem cobrar nada e até mesmo doando material como também não medindo esforços para a realização das coisas que acontecem na escola e para isso a comunidade conhece e reconhece o meu trabalho

    18 de julho de 2014
  • Air

    Para: todos

    A cidade de rosario oeste é considerada no brasil, a maior cidade de corruptos, gente vadias que não quer trabalhar só vive de favores de contratos na prefeitura. Infelizmente rosario só tem politicos sujos.Esses vereadores não apresentam nenhum projeto para modificar a cara desta cidade. A educação falida, com secretária desqualificada. a saude idem, vai lá na prefeitura e ve os corredores só funcionarios bebendo cafe e andando de lá pra cá sem fazer nada e na cara desse prefeito, que até agora só erros. rosarienses tomem cuidade e preste atenção está chegando em rosario oeste o desembarque de grandes paraquedistas politicos novamene com suas mentiras pedindo votos.vamos dar um basta nesses medíocres infames sucadores do dinheiro publico, como já disse rosario oeste é celeiro de politicos sujos e corruptos.

    18 de julho de 2014
  • lucas antonio

    Para: rosariense

    pessoas se drogam por que nao tem oportunidade, por que certas pessoas vivem lhe roubando o futuro, vejo pessoas da panelinha municipal, conheço pessoas que vivem custa da prefeitura e nao passam de asalariado , eu trabalho em lucas do rio verde tenho bom carro, linda casa e tenho 6 funcionarios e gero emprego e tu

    17 de julho de 2014
  • antonio manitii

    Para: prefeitura

    mi envergonha pessoas ja conhecidas ser previgiliadas em obras publicas municipal, tem pessoas que vivem 25 anos sugando prefeitura e colegios estaduais, que vergonha

    17 de julho de 2014
  • Cidadã

    Para: Sr. Prefeito João Antonio

    Como tem coragem de publicar o seu secretariado em revista. Vergonhoso!!

    17 de julho de 2014
AVISO LEGAL
Opinião
  • Banner
Clima
Horóscopo