Envelopes chegam violados e candidatos pedem anulação de concurso para delegado

Candidatos que iriam fazer a prova do concurso público para o cargo de delegado substituto da Polícia Civil de Mato Grosso, ingressaram com ...

20311717613-0f0e295fc9-oCandidatos que iriam fazer a prova do concurso público para o cargo de delegado substituto da Polícia Civil de Mato Grosso, ingressaram com um pedido na Justiça para anular o certame. Eles alegam diversas irregularidades, inclusive vazamento dos gabaritos e abertura de envelopes, que deveriam estar lacrados e serem abertos apenas no início do pleito.

O concurso foi dividido em duas partes, sendo a prova escrita objetiva às 8 horas e a dissertiva no período da tarde, iniciando às 15 horas (horário local), com duração de 3 horas e 30 minutos.

b48b50f76e4f9d3284f25e967c17ebc7Mais de 13 mil candidatos estavam inscritos no concurso, cujo salário inicial era de R$ 19.316,49 com jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

De acordo com informações obtidas pelo HiperNotícias, uma das irregularidades foi sobre o vazamento de fotos da folha de respostas da prova. O concurso estava marcado para as 15h, no entanto, por volta das 14h diversas imagens do gabarito já circulavam em grupos de whatsapp. O uso de aparelhos eletrônicos no local das provas era proibido.

Conforme o edital, o concurso está sendo realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e pela PJC-MT, assegurada a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Através da assessoria de imprensa da Polícia Civil, as provas estão sendo feitas normalmente e apenas um aluno ingressou com ação na Justiça, mas a magistrada de plantão, Celia Regina Vidotti, não anulou as aprovas, apenas pediu provas materiais que provem as fraudes.

Veja abaixo a decisão da magistrada

ESTADO DE MATO GROSSO

PODER JUDICIÁRIO

VARA ESP. AÇÃO CIVIL PÚBLICA E AÇÃO POPULAR

Numero do Processo: 1031022-60.2017.8.11.0041

AUTOR: ELVIS CREY ARRUDA DE OLIVEIRA

RÉU: ESTADO DE MATO GROSSO, POLICIA JUDICIARIA CIVIL DO ESTADO DE MATO GROSSO, CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISA EM AVALIACAO E SELECAO E DE PROMOCAO DE EVENTOS - CEBRASPE.

Vistos etc.

Cuida-se de Ação Popular ajuizada por Elvis Crey Arruda de Oliveira, em desfavor do Estado de Mato Grosso, na pessoa do Delegado-Geral de Polícia Judiciária Civil e do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE, objetivando a concessão de liminar para suspender a realização do certame para provimento do cargo de Delegado Substituto de Polícia Civil do Estado de Mato Grosso, conforme Edital n.º 1 – PJC/MT, de 16 de março de 2017.

Como é cediço, a Ação Popular é instrumento constitucional colocado a disposição do cidadão para invalidação de atos ou contratos administrativos ilegais e lesivos ao patrimônio federal, estadual ou municipal.

O autor popular alega, em suma, ofensa ao princípio da moralidade administrativa,  contudo, para que seja viável o manejo da ação popular, sem que se caia em total subjetivismo e situações “em tese”, é necessário que esteja devidamente configurada alguma infração à disposição de lei, em sentido lato, ou seja, qualquer norma jurídica.

Assim, nos termos do art. 321, do NCPC, aplicado subsidiariamente, intime-se o autor popular a emendar e complementar a inicial, no prazo de quinze (15) dias, indicando de forma clara e precisa qual o ato administrativo pretende seja declarado inválido, bem como qual a ilegalidade ou ilegitimidade verificada, apontando qual norma específica que rege a sua prática foi infringida e, ainda, qual o prejuízo ou a lesão efetiva causada, esclarecendo, assim, a razão do pedido e demonstrando o liame jurídico existente entre o fato concreto – não dedutivo - e o direito alegado.

No mesmo prazo, o autor popular deverá juntar os documentos que são essenciais ao conhecimento dos fatos alegados e ao julgamento do mérito (art. 320, NCPC).

Atendida a providência supra ou decorrido o prazo, certifique-se e conclusos.

Cumpra-se.

Intime-se.

Cuiabá/MT, 05 de outubro de 2017.

Celia Regina Vidotti

Juíza de Direito

FONTE: HIPERNOTICIAS

Nome

Destaque,2,Fotos e eventos,91,Geral,1564,PAPO DE ESQUINA,6,Política,388,Regional,941,Rosário Oeste,1388,Variedades,905,Videos,124,
ltr
item
Biorosario: Envelopes chegam violados e candidatos pedem anulação de concurso para delegado
Envelopes chegam violados e candidatos pedem anulação de concurso para delegado
https://lh3.googleusercontent.com/-Fptnne4soqI/WdrcA066quI/AAAAAAABPuE/i37Pvtx5z5cR9wT1_BExF4Bmki4Zhf0sQCHMYCw/20311717613-0f0e295fc9-o_thumb%255B2%255D?imgmax=800
https://lh3.googleusercontent.com/-Fptnne4soqI/WdrcA066quI/AAAAAAABPuE/i37Pvtx5z5cR9wT1_BExF4Bmki4Zhf0sQCHMYCw/s72-c/20311717613-0f0e295fc9-o_thumb%255B2%255D?imgmax=800
Biorosario
http://www.biorosario.com.br/2017/10/envelopes-chegam-violados-e-candidatos.html
http://www.biorosario.com.br/
http://www.biorosario.com.br/
http://www.biorosario.com.br/2017/10/envelopes-chegam-violados-e-candidatos.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VER TODOS Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por HOME PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy