Juiz dá prazo para PF finalizar perícia; senador pode ser cassado

A ação trata do caso que investiga a suposta fraude na ata de registro de candidatura de Pedro Taques O juiz Ulisses Rabaneda, do Tribunal R...

1d68491d327be16fc77a14c4c4638360 (1)A ação trata do caso que investiga a suposta fraude na ata de registro de candidatura de Pedro Taques

O juiz Ulisses Rabaneda, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), determinou que a Polícia Federal conclua, no prazo de 20 dias, a perícia grafotécnica das assinaturas de 15 políticos contidas na ata de registro de candidatura do hoje governador Pedro Taques (PSDB), quando se candidatou ao Senado.

A Ação de Impugnação de Mandato Eletivo investiga se essas assinaturas foram falsificadas, o que pode cassar o mandato do senador José Medeiros, suplente, que assumiu a vaga quando Taques foi efeito para comandar Mato Grosso.

De acordo com os autos, o magistrado já tinha mandado a PF fazer a perícia no documento, mas após exceder o prazo estipulado, a investigação não foi concluída.

A Polícia até pediu para que o prazo se estendesse para 30 dias, pois a solicitação está em estado de atendimento e “devido ao grande número de lançamentos questionados (de 15 investigados diferentes)” o caso não pode ser finalizado.

Ao analisar a ação, Ulisses Rabaneda frisou que a ação deve ser julgada com urgência visto que foi impetrada em 2011 e o mandato se encerra no final de janeiro de 2019.

“A presente Ação de Impugnação de Mandato Eletivo data do ano de 2011, tendo como objeto a suposta existência de fraude em ata de deliberação partidária que levou ao registro da candidatura dos impugnados (...) como (...), (...) e (...), respectivamente. Os mandatos impugnados se encerram em 31/01/2019, prazo exíguo considerado o transcurso de cerca de 7 anos desde seu início. As ações que questionam a legitimidade do mandato parlamentar não devem permanecer pendente de solução por período tão elevado, correndo risco, inclusive, de ter seu objeto esvaziado”, argumentou.

O magistrado criticou a demora da PF em analisar o documento, e disse que “o exame determinado nestes autos não pode ficar à mercê do surgimento ou não de outros exames ‘de maior prioridade’”.

“A decisão de fl. 2.726/2.729 conferiu à Polícia Federal prazo de 15 dias para os exames, período já escoado. Frente a este quadro, a despeito da prorrogação do prazo inicialmente assinalado para realização da perícia ser possível, especialmente em razão da afirmação do perito de que é grande [o] número de lançamentos questionados (de 15 investigados diferentes)", considero não haver juridicidade em tolerar período de conclusão dos trabalhos em 30 dias ou mais”, continuou.

“Com estas considerações, dando concretude à decisão do TSE que conferiu prioridade à tramitação destes autos, concedo improrrogáveis 20 [vinte] dias de prazo à Polícia Federal para conclusão da perícia, a contar da cientificação desta decisão”, decidiu o juiz.

Entenda o caso

A ação trata do caso que investiga a suposta fraude na ata de registro de candidatura de Pedro Taques ao Senado, e de seus suplentes José Antonio dos Santos Medeiros e Paulo Fiuza nas eleições de 2010.

A ata era composta por Taques como o líder da chapa, tinha o deputado estadual, Zeca Viana, como 1º suplente e o empresário Paulo Fiuza, como 2º suplente.

Entretanto, em agosto de 2010, Viana desistiu da chapa e foi concorrer uma vaga na Assembleia Legislativa. Desta forma, Fiuza teria que ter passado para a primeira suplência e o então policial rodoviário, José Medeiros, ficaria na segunda.

Contudo, Medeiros acabou na 1ª suplência e Fiuza ocupou a segunda. A suspeita é de que houve assinaturas falsas na ata modificada.

Como Taques venceu a eleição para governador do Estado, José Medeiros ficou no seu lugar no Senado.

A investigação no TRE-MT foi extinta em novembro de 2014, mas em decisão dada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez com que o processo fosse reaberto em 2016.

Se constatado a fraude, José Medeiros pode perder o mandato.

FONTE: MIDIA NEWS

Nome

Destaque,3,ESPERANDO,1,Fotos e eventos,104,Geral,2142,PAPO DE ESQUINA,6,Política,673,Regional,1299,Rosário Oeste,1545,Variedades,1382,Videos,320,
ltr
item
Biorosario - Notícias de Rosário Oeste e Região: Juiz dá prazo para PF finalizar perícia; senador pode ser cassado
Juiz dá prazo para PF finalizar perícia; senador pode ser cassado
https://lh3.googleusercontent.com/-4GAF-G4ZgK8/WmFc7hd-wEI/AAAAAAABZ6E/BM0fRr3w6KUqOAofsb-oY_7Rv3hqHTsDQCHMYCw/1d68491d327be16fc77a14c4c4638360%2B%25281%2529_thumb%255B2%255D?imgmax=800
https://lh3.googleusercontent.com/-4GAF-G4ZgK8/WmFc7hd-wEI/AAAAAAABZ6E/BM0fRr3w6KUqOAofsb-oY_7Rv3hqHTsDQCHMYCw/s72-c/1d68491d327be16fc77a14c4c4638360%2B%25281%2529_thumb%255B2%255D?imgmax=800
Biorosario - Notícias de Rosário Oeste e Região
https://www.biorosario.com.br/2018/01/juiz-da-prazo-para-pf-finalizar-pericia.html
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/2018/01/juiz-da-prazo-para-pf-finalizar-pericia.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy