Plantão

Fazer a vida acontecer

WILSON CARLOS FUAHFonte: Mídia News -  

Pessoas vivem escravizadas pelas indecisões, porém a cada dia têm uma desculpa para embarcar nas indecisões

Todos os dias Deus nos dá mais uma oportunidade, e com ela, muitas opções de vida – junto com o sol – vem aqueles momentos em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes.

Pessoas vivem escravizadas pelas indecisões, e ficam a dizer que amanhã será diferente, porém a cada dia tem uma desculpa para embarcar nas indecisões e desculpas para retroceder, por que não tem rédea ou comando da sua própria vida. E assim, segue a vida sem a consciência do desperdiço das horas, sem decidir ou promover as mudanças necessárias para ser feliz e ter uma vida melhor a cada dia.

Ficam adiando as decisões como se a vida fosse eterna, e deixa tudo passar como se fosse possível ter sempre uma “segunda chance”, mas tudo passa, vai embora e não volta mais. Por isso, temos que entender que os milagres são internos e cada um tem que fazer o seu próprio milagre individualmente, pois quando acordar para a vida, já será tarde demais.

Se não buscar o inédito e viver em busca do novo, ficará vivendo sob a dependência e a mania de achar que estamos sempre na mesma, e que a nossa vida nunca tem novidade nenhuma que possa provocar uma revolução pessoal, e por isso, deixam passar as oportunidade para descartar o comodismo e buscar novas conquistas, e transformar sua vida num grande prazer em viver.

Cada um tem que correr atrás dos seus objetivos e transformar o seu hoje, para ter o amanhã cheio de novidades positivas. Cabe de nós corrermos atrás dos novos projetos, pois a vida só acontece quando a gente decide fazê-la acontecer, sabendo que as consciências  da vida são cheias de riscos, e correr riscos é que nos faz sentir que realmente estamos vivos e somos humanos.

A dor, a tristeza, o vazio, a felicidade, o amor, fazem partes do nosso viver, são sentimentos que só nos mostram o quanto estamos vivos, e em cada uma dessas emoções, nos ensinam com os seus resultados, que o importante é recebê-los como emoções positivas, e sentir que cada um deles nos trazem novos momentos, e nos dá um grande prazer em viver, fazendo com que possamos a sentir como se a vida não tivesse fim, e ao acordar começando o novo dia e  possa gritar para todo o universo ouvir:
- EU AMO A VIDA.

WILSON CARLOS FUAH é especialista em Recursos Humanos