Plantão

Promotor atropela motociclista e garupa e tem CNH apreendida

policiaPor Mídia News - 

O promotor de Justiça Reinaldo Rodrigues de Oliveira, da 19ª Promotoria Criminal da Capital, teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida pela Polícia Militar após atropelar um motociclista e o garupa, fugir do local do acidente e se recusar a fazer o teste do bafômetro.

O caso ocorreu na noite deste sábado (28), no viaduto da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), na Avenida Fernando Corrêa da Costa.

De acordo com boletim de ocorrências, as vítimas Daniel Wanderson Ferreira, que conduzia a motocicleta, e Claudemir Felizardo de Lima, o garupa, trafegavam pela Avenida  quando o carro conduzido pelo promotor, um Hyundai Tucson, bateu contra a moto.

Após o acidente, segundo o B.O., o promotor fugiu para o campus da UFMT, sem prestar ajuda às vítimas.

“Quando um veículo de marca Hyundai Tucson, dirigido pelo sr. Reinaldo Rodrigues de Oliveira Filho, veio a colidir o seu veículo na motocicleta acima descrita fazendo com que ambos ocupantes caíssem ao solo. Sendo solicitado pela vítima, Daniel, para que o condutor do veículo parasse para dar assistência e reparação de danos, porém o condutor do veículo Hyundai seguiu em direção ao interior do campus da UFMT”, disse a vítima no boletim.

O promotor, entretanto, foi localizado pela PM dentro da universidade. Ele apresentou sua documentação funcional e se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Os policiais, então, apreenderam a CNH do promotor e encaminharam ao Detran.

Ainda de acordo com o B.O, o veículo foi entregue para esposa de Reinaldo Rodrigues, Cristina Faleiros Marchiori, que estava com ele na ocasião.

Ela também arcou com as despesas médicas das vítimas, como Raio-X e exames laboratoriais.