Facebook remove "santinhos" falsos, mas WhatsApp nada faz.

Cristina Tardáguila - EPOCA No aplicativo de mensagens, Bolsonaro é 13; Marina, Alckmin e Boulos são 17 No mar de desinformação em que o Wh...

xcris.jpg.pagespeed.ic.F9Rm9cXNKP

Cristina Tardáguila - EPOCA

No aplicativo de mensagens, Bolsonaro é 13; Marina, Alckmin e Boulos são 17

No mar de desinformação em que o WhatsApp se transformou, “santinhos” de candidatos à Presidência da República com números de urna trocados fizeram a festa ao longo da última semana. É preciso redobrar a atenção ao receber mensagens desse tipo por lá. O aplicativo ainda é terreno no qual o trabalho dos fact-checkers profissionais parece ter pouco impacto. Por isso, redobre sua atenção.

Na manhã da última segunda-feira (20), logo cedo, entrou em meu celular a foto do candidato Jair Bolsonaro (PSL) com o seguinte texto: “Passando para lembrar que o número de Jair Bolsonaro é 13”. “Não. O número dele é 17”, pensei. “Que truque baixo...” Pouco depois, recebi a segunda imagem. Era Marina Silva (Rede), com a frase: “Não vamos desistir do Brasil. Presidente Marina 17”. “Não!”, repeti. “Marina é 18 na urna”. E não parou por aí. Um amigo me encaminhou as versões de “Geraldo Alckmin 17 Presidente” e “Guilherme Boulos presidente – PSOL 17”. Para esclarecer de uma vez por todas: nas urnas, Alckmin será 45; e Boulos, 50. As fotos que recebi tinham sido adulteradas e consistem em fraude eleitoral.

 

Mas o ponto desta coluna é outro. Usando ferramentas como o CrowdTangle, a Lupa conseguiu saber que essas imagens haviam aterrissado no Facebook e que, naquele dia, já contavam com mais de 10 mil interações. Na tarde da própria segunda-feira, os checadores preparavam um farto material, atestando a falsidade das fotos, e informaram não só a plataforma, como também seus usuários sobre a inveracidade daqueles conteúdos. A partir dali, o Facebook tomou medidas. considerou que as imagens em questão feriam “os padrões da comunidade”, consistiam em “declarações de intenção ou apoio à fraude” e optou por removê-las da rede.

No WhatsApp, no entanto, nada pôde ser feito – e olha que estamos falando da mesma empresa. O Facebook comprou o aplicativo de mensagens em 2014, lembra? A Lupa não conseguiu medir o alcance dos “santinhos” falsos no WhatsApp. Não pôde rastrear sua origem nem alertar quem gerencia o sistema sobre sua existência.

A atuação dos checadores profissionais no WhatsApp é quase zero – no Brasil e no mundo. E isso dá uma sensação de impotência, de batalha perdida. Nas eleições de 2018, o aplicativo continua sendo a grande caixa-preta, o lugar onde o cuidado do eleitor precisa ser redobrado. E é só isso que os fact-checkers podem pedir: sua atenção redobrada. “Na dúvida, não compartilhe” nada no WhatsApp.

Na Índia, país que vem padecendo com casos de linchamentos e mortes decorrentes de notícias falsas espalhadas pelo app, o governo tomou uma medida radical. Pediu que a empresa torne possível rastrear a origem de uma determinada mensagem. Os indianos querem saber quem foi o primeiro a postar textos, vídeos e imagens falsos - e, em seguida, a lista dos que compartilharam esses conteúdos. O pedido já foi oficialmente negado. O WhatsApp não tem nenhum plano de suspender a criptografia que usa.

Na tentativa de equilibrar sua posição, resolveu, no entanto, tomar medidas – não só lá, como aqui no Brasil também – para tentar minimizar as fake news. Assim, já não é possível encaminhar uma informação para mais de 20 contatos, e conteúdos“encaminhados” vêm, há algumas semanas, com uma etiqueta chamativa no alto da mensagem para que não haja dúvida de que seu contato não foi o autor daquele conteúdo que você acaba de receber. Além disso, o WhatsApp lançou uma configuração de grupo em que é possível fazer com que só o administrador fale com todos – em vez de permitir uma conversa ampla e infinita – e abriu um programa de pesquisas que oferece bolsas de até US$ 50 mil para quem quer estudar formas de combater notícias falsas no app. Entre os temas de estudo, está o uso do aplicativo para distribuição de conteúdo inverídico capaz de influenciar voto e/ou eleição.

Por fim, vale lembrar aos usuários do WhatsApp que, aqui no Brasil, existe outra polêmica envolvendo o sistema de troca de mensagens. Em agosto deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo deu uma sentença determinando que o administrador de um grupo pode ser – sim – responsabilizado pelo que lá é dito e distribuído. Nesse caso específico, tratava-se de uma condenação por danos morais, de uma administradora que não coibiu ofensas cometidas contra um dos membros de seu coletivo. Mas, ao emitir a sentença, a Corte se baseou no A e resolveu multá-la em R$ 3 mil. O artigo em questão estabelece que "aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito".

Imagine, agora, se uma campanha eleitoral faz uso dessa jurisprudência? Será que os grupos de WhatsApp precisarão de termos de uso? E como ficariam aqueles em que todos são administradores? Enfim, como será o futuro do aplicativo?

Nome

Destaque,2,ESPERANDO,1,Fotos e eventos,153,Geral,2890,PAPO DE ESQUINA,6,Política,1260,Regional,1933,Rosário Oeste,1815,Variedades,2588,Videos,734,
ltr
item
Biorosario Notícias: Facebook remove "santinhos" falsos, mas WhatsApp nada faz.
Facebook remove "santinhos" falsos, mas WhatsApp nada faz.
https://lh3.googleusercontent.com/-nrp_2SCncsc/W4RlaUMxDGI/AAAAAAAByyg/CxDCGgNzSmAm2XtRYN5kmvdhLFHNSHS0gCHMYCw/xcris.jpg.pagespeed.ic.F9Rm9cXNKP_thumb%255B2%255D?imgmax=800
https://lh3.googleusercontent.com/-nrp_2SCncsc/W4RlaUMxDGI/AAAAAAAByyg/CxDCGgNzSmAm2XtRYN5kmvdhLFHNSHS0gCHMYCw/s72-c/xcris.jpg.pagespeed.ic.F9Rm9cXNKP_thumb%255B2%255D?imgmax=800
Biorosario Notícias
https://www.biorosario.com.br/2018/08/facebook-remove-santinhos-falsos-mas.html
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/2018/08/facebook-remove-santinhos-falsos-mas.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy