Feminicídio: um problema de todos

JOANA SALAVERRY -   Não pode ser interpretado como um crime passional, posto que seja uma forma extremada de manifestação de poder Precisamo...

4bef2e3f8e6b14e454032f056474eb3e

JOANA SALAVERRY - 

Não pode ser interpretado como um crime passional, posto que seja uma forma extremada de manifestação de poder

Precisamos falar sobre o feminicídio. Não de uma forma passional. Não só com teorias. Não com julgamentos frívolos. Mas sim com fatos e argumentos racionais que apontem os próximos passos que devemos seguir.

As reflexões são válidas porque servem para mostrar o quanto andamos e o quanto precisamos avançar. De acordo com dados da Agência Brasil, a taxa de feminicídios no Brasil é a quinta maior do mundo. O Mapa da Violência de 2015 apontou que entre 1980 e 2013, 106.093 pessoas morreram por sua condição de ser mulher. Estes números alarmantes nos levam a fazer uma série de questionamentos: o que seria matar mulher pela condição de ser mulher? Quais os limites que nós como sociedade devemos perceber entre o público e o privado? Ou seja, quando devemos intervir em uma briga conjugal?

Primeiro, importa ressaltar que a Lei 13.014/2015 acrescentou um sexto inciso ao rol do §2º do artigo 121 para tratar do feminicídio, qualificando a pena de reclusão, de 12 a 30 anos, assim como incluiu o referido crime no rol dos crimes hediondos. Para se enquadrar neste tipo leva-se em consideração se a mulher foi de alguma forma, subjugada devido às suas vulnerabilidades, sejam físicas ou emocionais. Ou seja, sua condição de gênero foi o motivo ou a causa facilitadora do homicídio.

Trata-se de um crime de ódio. Não pode ser interpretado como um crime passional, posto que seja uma forma extremada de manifestação de poder. Não é, quase nunca, ato isolado. O que nos leva a outro grande questionamento: Como você pode intervir e quando?

Existem muitos indicativos de que algumas atitudes ultrapassaram o mero desentendimento. Se ouvir qualquer tipo de agressão física, qualquer pedido de socorro denuncie. Disque 180 para a Central de Atendimento à Mulher.

Em 10 anos de atendimentos foram mais de 5 milhões de ligações. Nem sempre quem está numa relação abusiva consegue, por si só, fazer a denúncia. É importante que se poupe qualquer tipo de julgamento à vítima. O que as mulheres vítimas de abuso precisam não é que lhe apontem o dedo, mas que lhe estendam a mão.

JOANA SALAVERRY é advogada.

Nome

Destaque,2,ESPERANDO,1,Fotos e eventos,153,Geral,2880,PAPO DE ESQUINA,6,Política,1254,Regional,1930,Rosário Oeste,1814,Variedades,2581,Videos,734,
ltr
item
Biorosario Notícias: Feminicídio: um problema de todos
Feminicídio: um problema de todos
https://lh3.googleusercontent.com/-HCQGkGZipsA/W4R-Ep4dClI/AAAAAAABy3M/cXw-yr7wFVwbZ7Dma9DRvgQIlPa37zPYACHMYCw/4bef2e3f8e6b14e454032f056474eb3e_thumb%255B1%255D?imgmax=800
https://lh3.googleusercontent.com/-HCQGkGZipsA/W4R-Ep4dClI/AAAAAAABy3M/cXw-yr7wFVwbZ7Dma9DRvgQIlPa37zPYACHMYCw/s72-c/4bef2e3f8e6b14e454032f056474eb3e_thumb%255B1%255D?imgmax=800
Biorosario Notícias
https://www.biorosario.com.br/2018/08/feminicidio-um-problema-de-todos.html
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/2018/08/feminicidio-um-problema-de-todos.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy