Previna-se contra o suicídio

SANDY LIMA -  Precisamos estar atentos aos sintomas já que existem situações em que podemos observar mudanças no comportamento O suicídio ve...

8087015af5e8d5d0baf8cec8797a8703

SANDY LIMA - 

Precisamos estar atentos aos sintomas já que existem situações em que podemos observar mudanças no comportamento

O suicídio vem matando mais que a AIDS, e até chega ter números que superam alguns tipos de câncer. Ainda existe um tabu em relação às doenças psicológicas: por serem consideradas pecados na maioria das religiões, as pessoas têm medo de falar a respeito. A falta de conhecimento dos amigos e familiares é outro fator que prejudica muito a intervenção, e com isso a ajuda chega de forma tardia.

Com isso nasceu a necessidade de criar campanhas, para assim falar abertamente dos assuntos ligados à depressão, e por ser comemorado no dia 10 de setembro o dia mundial de prevenção ao suicídio, criou-se o mês do Setembro Amarelo.

Hoje, Mato Grosso tem os menores casos de suicídio do País, segundo a referência apontada no caderno de indicadores de 2017 (SEPLAN), sendo 3,6 ocorrências para cada 100 mil habitantes, em 2016 os números começaram a aumentar.

Precisamos estar atentos aos sintomas, já que mesmo sendo uma doença silenciosa, existem situações em que podemos observar algumas mudanças no comportamento, sendo elas:

Pensamentos suicidas: remoem pensamentos obsessivamente e não conseguem controlar, perdem a esperança, não encontram significado na vida, ocorre dificuldade em concentração e às vezes os depressivos definem esse pensamento como névoa, sem clareza das ações.

Emoções suicidas: geralmente as emoções são de extrema ansiedade, raiva, sentimento de vingança, muita vergonha ou culpa, e os níveis desses sentimentos são elevados, chegando sufocar, levando a crer que não existe solução.

Avisos verbais: perceber quando a pessoa começa a fazer muitas referências sobre a morte; frases negativas como “a vida não vale a pena”, “não vou mais ficar triste porque não vou estar mais aqui”, “você vai sentir minha falta quando eu for” ou “ninguém vai sentir minha falta se eu morrer”, “não aguento a dor, não consigo lidar com isso”, “estou tão sozinho que queria morrer”, “não se preocupe, eu não vou estar por aqui para ver o que vai acontecer”, “não vou te atrapalhar mais”, ou “queria não ter nascido”, entre outras.

Melhora súbita: fique atento às mudanças repentinas, se o comportamento depressivo instantaneamente desaparecer, pode ser que a pessoa tomou a decisão de colocar um fim na própria vida.

Mudanças de comportamentos: pode ocorrer o desejo de visitar parentes que há muito tempo não tinha contato, fechar pontas soltas, fazer doações dos seus pertences.

Uso abusivo de álcool e drogas, direção perigosa, sexo sem proteção com vários parceiros pode ser um sinal de alerta. Observar também se a pessoa comprou algo suspeito, como armas e remédios.

Mudança de rotina: observe se a pessoa parou de frequentar lugares que sempre gostou de ir, ou parou de fazer atividades que lhe proporcionavam prazer. Perda de energia para atividades do dia a dia.

Não ignore fatores de risco: morte de um ente querido, perda de emprego, bullying e separações traumáticas podem afetar e intensificar desejos suicidas. Um histórico de abuso físico ou sexual também pode servir de gatilho, assim como tentativas prévias de suicídio.

Precisamos falar abertamente sobre depressão e entender a doença, deixar a pessoa conscientizada de que existe ajuda e que a melhor solução não é a morte, mas sim FALAR abertamente sobre o que vem sentindo, saber que a vida tem importância sim, que sua família e amigos necessitam da sua presença.

Quando encontrar alguém que está em depressão, precisa achar um tom certo para iniciar a conversa, sem preconceito e não tratar a doença como se fosse drama, nem exija que a pessoa seja mais forte.

Ofereça ajuda, existe o número 141 (centro de valorização a vida), que é um serviço exclusivo para pessoas que pensam em retirar a própria vida.

Busque ajuda de um psicólogo e após a pessoa iniciar o tratamento, esteja junto acompanhando, verificando se a pessoa tem tomado, os remédios.

Ajuda a divulgar a campanha na sua empresa, deixe informações sobre a importância de observar os sintomas, fale a importância de cuidar do bem-estar físico e mental!

FALAR é a melhor opção e dizer que existe pessoas preparadas para ouvir!

DEPRESSÃO

NÃO é DRAMA

NÃO é frescura

NÃO é para chamar ATENÇÃO!

SANDY LIMA é graduada em psicologia e pós-graduada em gestão de pessoas e coaching.

Nome

Destaque,2,ESPERANDO,1,Fotos e eventos,153,Geral,2849,PAPO DE ESQUINA,6,Política,1238,Regional,1909,Rosário Oeste,1808,Variedades,2555,Videos,714,
ltr
item
Biorosario Notícias: Previna-se contra o suicídio
Previna-se contra o suicídio
https://lh3.googleusercontent.com/-Xnb3RTHoGr8/W5Bj6KgE6eI/AAAAAAABz-E/IEqRhvMmZAEAsrx2UHxShAnC57hchT94gCHMYCw/8087015af5e8d5d0baf8cec8797a8703_thumb%255B1%255D?imgmax=800
https://lh3.googleusercontent.com/-Xnb3RTHoGr8/W5Bj6KgE6eI/AAAAAAABz-E/IEqRhvMmZAEAsrx2UHxShAnC57hchT94gCHMYCw/s72-c/8087015af5e8d5d0baf8cec8797a8703_thumb%255B1%255D?imgmax=800
Biorosario Notícias
https://www.biorosario.com.br/2018/09/previna-se-contra-o-suicidio.html
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/2018/09/previna-se-contra-o-suicidio.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy