Geller e Figueredo receberam R$ 450 mil para beneficiar a JBS

MIDIA NEWS - LISLAINE DOS ANJOS Ação da PF contra esquema no Mapa prendeu 15 pessoas na manhã desta sexta-feira (9) O deputado federal eleit...

d33e5ad7ce116ea70f80f607493270e2

MIDIA NEWS - LISLAINE DOS ANJOS

Ação da PF contra esquema no Mapa prendeu 15 pessoas na manhã desta sexta-feira (9)

O deputado federal eleito por Mato Grosso e ex-ministro da Agricultura, Neri Geller (PP), e o ex-secretário de Defesa Agropecuária do Mapa e advogado cuiabano, Rodrigo Figueiredo, receberam R$ 450 mil de propina da JBS.

O dinheiro foi dado em troca da elaboração de atos de ofício que proporcionariam ao grupo empresarial a eliminação da concorrência e a formação de monopólio no mercado de proteína animal.

A informação consta no pedido de prisão feito pela Polícia Federal ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), acatado pela desembargadora Mônica Sifuentes, que resultou na deflagração da Operação Capitu, nesta sexta-feira (9) - veja a íntegra da decisão no final da matéria.

Até o final da manhã, Geller, Figueiredo e mais 13 pessoas já haviam sido presas. Ao todo, 19 mandados de prisão temporária foram expedidos. Todo o esquema no Mapa, segundo a polícia, teria ocorrido durante os anos de 2014 e 2015.

Conforme a PF, no início de 2014, o dono da JBS, Joesley Batista, e o ex-diretor de Relações Institucionais do grupo, Ricardo Saud, teriam oferecido propina para o então ministro da Agricultura e atual vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB), ao sucessor dele na Pasta, Neri Geller, e ao secretário Rodrigo Figueiredo, para que o Mapa proibisse o uso do vermífugo Ivermectina e tomasse outras medidas a fim de beneficiar as empresas do grupo.

Todo o esquema teria sido intermediado pelo deputado federal cassado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB) -, que está preso no Paraná desde outubro de 2016 - e pelo operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro.

Investigação

O inquérito policial foi instaurado em maio deste ano, baseado em declarações prestadas por Funaro sobre supostos pagamentos de propina a servidores públicos e agentes políticos que atuavam direta ou indiretamente no Mapa.

De acordo com a PF, Rodrigo Figueiredo foi o responsável pela edição do ato normativo que dispunha sobre a regulamentação de despojos de bovinos e bubalinos, em fevereiro de 2014.

ministerio da agricultura

Rodrigo Figueiredo, que teria recebido R$ 200 mil em propina para editar normativas no Mapa que beneficiassem a JBS

E, em maio daquele ano, foi publicada a instrução normativa do Mapa que proibia o uso da Ivermectina de longa duração, atendendo aos interesses do grupo JBS. Outra medida que também teria beneficiado o grupo tratou da federalização das inspeções de frigoríficos.

Em contrapartida às medidas publicadas pelo Mapa, Joesley Batista teria pago R$ 7 milhões (sendo R$ 2 milhões pelo ato referente ao despojo e R$ 5 milhões pela proibição do vermífugo), valor que teria sido "lavado" e repartido pelos operantes do esquema por meio de Funaro - que reteve R$ 900 mil para si.

Ao ex-ministro Antônio Andrade, foram repassados, à epoca, R$ 3 milhões por meio de um advogado apontado como o seu principal operador financeiro, segundo a PF. Para Eduardo Cunha, teriam sido entregues R$ 1,5 milhão, enquanto o então secretário do Mapa, Rodrigo Figueiredo, teria recebido R$ 200 mil por meio de um doleiro de Brasília.

Conforme a PF, Neri Geller recebeu R$ 250 mil por meio do contador Florisvaldo Caetano de Oliveira, já apontado em outras investigações como o responsável por realizar pagamentos de propina do grupo JBS a políticos. O pagamento teria sido feito em 31 de outubro de 2014.

Mandados de prisão

Ao autorizar a prisão temporária dos suspeitos de envolvimento no esquema, a desembargadora Mônica Sifuentes afirma que o ex-executivo da JBS, Ricardo Saud, teria entrado em contado com Geller por telefone, em dezembro de 2014, preocupado com um possível boato de que o ministro iria revogar o ato normativo referente à Ivermectina. "Neri Geller disse que não iria revogar", diz trecho da decisão.

A desembargadora ainda cita, em sua decisão - ao falar sobre o poder de manobra dos investigados - que Ricardo Saud mantinha relação próxima a Neri Geller, apesar de ter declarado à PF, em setembro de 2018, que não tratou com o então ministro de "assuntos relacionados ao presente inquérito referentes ao Mapa, como despojos, ivermectina e 'listão'", tendo se encontrado com Geller apenas uma vez, quando ele ocupava o cargo.

"[...] Por meio dos diálogos interceptados durante a 'Operação O Quinto', nos quais se vê claramente que Ricardo Saud mantinha relacionamento de proximidade com o então ministro Neri Geller e as negociações em torno da utilização da Ivermectina", afirmou a magistrada.

Clique AQUI para ler a íntegra da decisão.

Confira nota de Neri Geller na íntegra:

Ainda sobre a Operação da Polícia Federal que investiga possível favorecimento da JBS junto ao Ministério da Agricultura, e o envolvimento do deputado federal Neri Geller, a assessoria jurídica vem esclarecer que após o interrogatório prestado (na sede da PF em Rondonópolis), e o pedido de Habeas Corpus sendo protocolado, a busca agora é pelo acesso ao inteiro teor do processo e ao objeto da denúncia, para só então, se manifestar.

O deputado está tranquilo, à disposição da Justiça, e confiante que a verdade se restabelecerá.

Flavio Caldeira Barra - Assessoria Jurídica

Nome

Destaque,2,ESPERANDO,1,Fotos e eventos,153,Geral,2896,PAPO DE ESQUINA,6,Política,1262,Regional,1937,Rosário Oeste,1815,Variedades,2594,Videos,740,
ltr
item
Biorosario Notícias: Geller e Figueredo receberam R$ 450 mil para beneficiar a JBS
Geller e Figueredo receberam R$ 450 mil para beneficiar a JBS
https://lh3.googleusercontent.com/-ALr2dLF_wbU/W-YNW_7pzLI/AAAAAAAB5FI/8u-h_67zCNowOwacWVjr2hFV_9ZaWOqVwCHMYCw/d33e5ad7ce116ea70f80f607493270e2_thumb%255B1%255D?imgmax=800
https://lh3.googleusercontent.com/-ALr2dLF_wbU/W-YNW_7pzLI/AAAAAAAB5FI/8u-h_67zCNowOwacWVjr2hFV_9ZaWOqVwCHMYCw/s72-c/d33e5ad7ce116ea70f80f607493270e2_thumb%255B1%255D?imgmax=800
Biorosario Notícias
https://www.biorosario.com.br/2018/11/geller-e-figueredo-receberam-r-450-mil.html
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/2018/11/geller-e-figueredo-receberam-r-450-mil.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy