Propaganda

Homem é morto a tiros após chamar filho de colega de "gay" em MT

7badd60861048b23cb39911191bdbd68

FOLHA MAX

Waldemir dos Santos Oliveira, de 61 anos, foi assassinado a tiros após uma briga por ter chamado o filho de um colega de trabalho de homossexual. O caso ocorreu na noite de domingo (13), por volta das 231 horas, em São José do Rio Claro (310 km de Cuiabá).

O suspeito, identificado como Moisés Evangelista de Souza, fugiu do local com a moto da vítima. A Polícia Militar foi acionada por um vizinho do suspeito que foi informado sobre a morte, pelo próprio Moisés antes de fugir.

No local, os policiais encontraram uma pistola calibre 380, perto do corpo. Um popular relatou a polícia que os colegas de trabalho teria tido uma discussão devido a vítima fazer referência de que o filho do suspeito fosse homossexual.

A Polícia Civil vai investigar o caso.