Setor mineral movimenta movimenta R$ 1,4 bilhão em Mato Grosso

Por: LEONARDO HEITOR / HIPERNOTICIAS O setor da mineração, em Mato Grosso, movimentou mais de R$ 1,4 bilhão em 2017, mas contribuiu c...

Por: LEONARDO HEITOR / HIPERNOTICIAS

O setor da mineração, em Mato Grosso, movimentou mais de R$ 1,4 bilhão em 2017, mas contribuiu com apenas R$ 22,9 milhões em impostos ao Estado, no último ano. Os dados são da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) e da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). Os holofotes se voltaram ao setor após o rompimento da barragem de Brumadinho (MG), na última semana.

Segundo os números da Sefaz, o setor de extração mineral contribuiu, em 2018, com R$ 15,2 milhões, em Imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) arrecadado, além de R$ 7,7 milhões relativos à Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cefem), repassados pelo Governo Federal. No total, o montante foi de R$ 22,9 milhões, equivalente a 0,19% da arrecadação total de ICMS do Estado no ano passado, que foi de R$ 12,1 bilhão.

Segundo dados da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), pasta responsável pela Metamat, oriundas da Agência Nacional de Mineração (ANM) e relativos a 2017, apontam que o setor movimentou R$ 1,4 bilhão naquele ano. O ouro foi responsável por mais da metade deste valor, com R$ 858,4 milhões comercializados.

O calcário corretivo de solo, utilizado nas lavouras, vem na segunda colocação, com R$ 311 milhões comercializados. Outros itens minerais explorados em Mato Grosso e que entram na lista da Metamat são: água mineral, água mineral balneário, areia, argila, argila-cimento, cal hidratada, cassiterita, calcário brita, calcário cimento, cascalho, caulim, diamante, laterita, manganês, pedrisco, pó de rocha, quartzo e rochas britadas.

Barragens

Mato Grosso possui 30 barragens de mineração e uma delas está classificada como de alto risco na Agência Nacional de Mineração (ANM). Trata-se da Barragem Ismael, em Poconé, que possui dano potencial associado médio, segundo o relatório publicado em janeiro de 2019 e é de responsabilidade de Ismael Ledovino de Arruda. A maior mina em volume pertence a Maney Mineração, que pertence ao governador Mauro Mendes (DEM). A mina é classificada como de baixo risco na ANM, mas possui danos potenciais associados altos.

Nome

Destaque,2,ESPERANDO,1,Fotos e eventos,178,Geral,3536,PAPO DE ESQUINA,6,Política,1618,Regional,2320,Rosário Oeste,1972,Variedades,3010,Videos,1008,
ltr
item
Biorosario - Notícias de Rosário Oeste e região: Setor mineral movimenta movimenta R$ 1,4 bilhão em Mato Grosso
Setor mineral movimenta movimenta R$ 1,4 bilhão em Mato Grosso
http://hipernoticias.com.br/storage/webdisco/2019/01/28/475x210/d7cadec3b30378e275402ff0d567c5c9.jpg
Biorosario - Notícias de Rosário Oeste e região
https://www.biorosario.com.br/2019/02/setor-mineral-movimenta-movimenta-r-14.html
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/
https://www.biorosario.com.br/2019/02/setor-mineral-movimenta-movimenta-r-14.html
true
7773387971014822502
UTF-8
Carregando posts Nenhum post foi encontrado Ver todos Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por Inicio PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy