Propaganda

Mães se unem para ajudar mulher a criar trigêmeos e transformam vida de família

Reporter MT

A sensibilidade materna uniu um grupo de cerca de 30 mães, que mesmo sem se conhecerem, passaram a atuar em prol de uma mãe de bebês trigêmeos e de um menino de quatro anos, que sozinha enfrentava um sério drama pessoal e financeiro para conseguir cuidar dos filhos, em Várzea Grande.

A ação voluntária transformou a vida da família.

O grupo foi montado a partir da comoção gerada por um vídeo, que foi divulgado por uma das mães, a quem Andreza Araújo, de 23 anos, contava sobre as dificuldades para sustentar as crianças e conseguir cuidar de todos sozinha, o que lhe privava de dormir, de comer e até mesmo de conseguir cuidar da casa e de si.

A bancária Adriana Neris, uma das organizadoras das arrecadações em prol de Andreza, explica que por doações voluntárias o grupo conseguiu arrecadar R$ 6.200 para as despesas da mãe em situação degradante e com isso a moveu para uma casa melhor do que a que estava antes, onde ela e as crianças viviam em apenas dois cômodos.

Quando as doações iniciaram, Andreza e os quatro filhos, que não tinham quase nada, dormiam na mesma cama.

As mães doaram berços, guarda-roupa, sofá, utensílios, fraldas, roupas carrinho para transportar os trigêmeos e vários outros itens.

A ação beneficiente uniu tanto o grupo que as mães fizeram um chá de bebê para Andreza, que também recebeu muito carinho das doadoras que se tornaram amigas.

A preocupação das doadoras com a mãe e os trigêmeos ia além dos bens materiais e unido o grupo conseguiu arrecadar dinheiro suficiente para trazer do Nordeste, para Várzea Grande, onde mora Andreza, a mãe dela e um irmã, que passaram a auxiliá-la nos cuidados com as crianças e com a casa.


“Atualmente moram Andreza, os quatros filhos, a mãe, uma irmã e um irmão. A casa comporta todos, porém está com algumas goteiras e necessita reparos”, informa Neris.

Adriana Neris conta que apesar das conquistas obtidas, obtidas pela união do grupo, Andreza ainda precisa de muita ajuda, já que com quatro filhos nçao consegue trabalhar fora. Para conseguir aumentar essa arrecadação o grupo criou uma ‘vaquinha’ e o objetivo é arrecadar R$ 15 mil, para pagar o aluguel e a luz da nova casa, por um ano. O pedido de doações materiais como alimentos e produtos de limpeza também continua.

O grupo de mães auxilia mensalmente com alimentação e fraldas. A projeção é prestar assistência à família durante um ano, até que os bebês desmamem para que a mulher volte a trabalhar.

Os interessados em ajudar podem entrar em contato com Adriana Neris, pelo telefone: (65) 98129-9593.