Propaganda

Mais uma pessoa denuncia ser vítima de golpe por ex-funcionário de uma agência bancária em Denise

Click Denise

A Polícia Militar de Denise registrou nesta terça-feira, mais uma denúncia de um golpe aplicado pelo ex-funcionário de uma agência bancária da cidade. Esta é a segunda denúncia registrada neste ano.

Segundo relato do Boletim de ocorrência, uma senhora (J.A.) compareceu na Unidade de Polícia Militar relatando que no mês de março deste ano, quando se encontrava na agência do Banco para resolver problemas de sua aposentadoria, quando o ex-funcionário Rodrigo Morandi Borges, apresentou-se como gerente e que poderia resolver o seu problema. Ainda segundo a denunciante, dias depois retornou à agência, quando o acusado a chamou em sua sala, e que começou a falar de seus problemas pessoais e familiar, implorando, chorando para que fizesse um empréstimo para ele, pois sua esposa estaria com graves problemas de saúde e que a mesma precisaria fazer uma cirurgia de risco. 

A vítima disse que iria pensar, pois não o conhecia direito. Ela disse ainda que suspeito insistiu e fez várias alegações convincentes para a vítima (como ser gerente de banco há mais de 06 anos, trabalhar em um cargo de extrema confiança). Diante de tanta insistência, a vítima acabou cedendo e autorizando no dia 08 de março, um empréstimo no valor de R$ 9 mil em 72 vezes. A vítima relatou que após o empréstimo, o suspeito fez uma Declaração e ainda disse que iria pagar antes do prazo final e se acaso não pagasse, poderia procurar seu gerente geral, da agência localizada na cidade de Arenápolis.

Ela disse ainda que 11 dias após o fato, foi procurada novamente pelo acusado, informando que se encontrava na cidade de São Paulo fazendo treinamentos para futuras promoções de seu trabalho, e precisaria de mais um empréstimo da vítima, pois o dinheiro do primeiro já havia acabado e ele precisava de mais dinheiro, para terminar o tratamento e cirurgia de sua esposa. Em sendo assim, a vítima então fez mais um empréstimo pelo banco no valor de R$ 5.500 (dia 19/03) em 72 vezes.

A vítima revelou que suspeito pagou apenas duas prestações dos referidos empréstimos, e informou que pediu conta do banco e iria se mudar para a cidade de Juara-MT.

Segundo relatos, o acusado já é reincidente de outras situações de empréstimos (estelionato) sem consentimento das vítimas, onde o dinheiro era transferido sempre para a conta poupança de sua esposa.

OUTRO CASO – No mês de junho, uma outra vítima já havia denunciado Rodrigo Morandi de ter feito vários empréstimos em cartões de crédito sem o consentimento dos clientes, sendo que de uma vítima ele fez três empréstimos em sua conta corrente, totalizando R$ 15 mil.

O comandante do Núcleo de Polícia Militar orienta que se tiver alguém que foi vítima, procurar a PM de Denise. Ele recomenda ainda que os clientes do Banco devem procurar a agência e verificar suas contas.