Propaganda

ENTRE ROSÁRIO E NOBRES: Queimada que atingiu área de preservação deixou rastro de destruição e morte


Mesmo após ser o fogo ser controlado pela força-tarefa que reuniu 30 pessoas entre brigadistas da instituição, Corpo de Bombeiros Militar, Exército Brasileiro e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), o cenário que ficou após os dias de queimadas na região do Sesc Serra Azula era aterrador. 

Amimais mortos, vegetação destruída, cinza e carvão em locais onde antes havia um cenário verde fizeram parte da paisagem encontrada na Área de Preservação Ambiental (APA) na cabeceira do Rio Cuiabá. 

Após atingir a região o incêndio queimou cerca de 100 hectares no Parque Sesc Serra Azul, que fica na região dos município de Nobres e Rosário Oeste. 

O fogo destruiu áreas de pasto e de vegetação nativa, indo em direção ao Sesc Serra Azul. Para controlar o fogo, equipes do Exército, com 22 militares, e da Sema, com dois agentes, reforçaram o efetivo de 14 bombeiros militares e dez brigadistas do Sesc no combate às chamas. Uma resposta aérea feita junto com o trabalho de construção de aceiros conteve a frente de incêndio principal, minimizando os impactos. 

O fogo teve início no domingo (1º), numa área de proteção ambiental e acabou avançando. As chamas se alastraram rapidamente e também atingiram uma área de pastagem. 

Da Redação