Plantão

Cachê de Ludmilla vai a r$120 mil após prêmio, e cantora promete lançar hit do verão; veja trajetória


Extra

“Mulher, negra, gay, da periferia. Não é fácil chegar aonde você chegou, não é para qualquer um". A fala que Paulo Gustavo usou para defender Ludmilla das vaias enquanto ela recebia o troféu de melhor de cantora, na terça-feira passada, no Prêmio Multishow ,resume bem a trajetória da artista de 24 anos. Desde 2012, quando estourou com “Fala mal de mim” (um recado para uma recalcada que roubou dela sua primeira composição), ainda assinando como MC Beyoncé — em homagem a seu grande ídolo —, Lud se tornou uma hitmaker, emplacando um sucesso atrás do outro e conseguiu, com seu trabalho, mudar a realidade de toda a família.

Hoje, cobra um cachê de R$ 120 mil por show, valor inflacionado esta semana, devido ao novo patamar da artista. E agora no auge da carreira, lançará no próximo dia 22 uma nova música, a grande aposta de sua gravadora Warner Music para ser o hit do próximo verão.

Ludmilla ganhou o Prêmio Multishow de Melhor Cantora Foto: Reprodução/Instagram

E o ano é mesmo de Ludmila. A filha da Dona Silvana venceu o “Show dos famosos”, do “Domingão do Faustão”, com números elogiadíssimos, lançou seu primeiro DVD, se apresentou no Palco Sunset do Rock in Rio, teve música tocada num desfile da marca de lingerie de Rihanna, nos EUA, fez parcerias internacionais e assumiu publicamente o namoro com a bailarina Brunna Gonçalves.

Na lista de conquistas está ainda a aquisição da mansão dos sonhos, avaliada em R$ 3 milhões, um luxuoso imóvel situado numa área nobre da Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, com oito quartos, academia, estúdio e até campo de futebol.

Ludmilla com a namorada, Brunna Gonçalves Foto: Reprodução/Instagram

A menina que gostava de escutar funk e acompanhar a mãe e o padrasto nos pagodes realizados no bar da família, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, teve uma vida de privações. Cresceu longe do pai e estudou em escola pública a vida inteira. “Muitas vezes só tinha o almoço, não tinha a janta. Eu deixava de comer para ela não passar fome”, disse a mãe.

Hoje, a cantora compra o que quer. Teve o seu primeiro carro aos 17 anos e uma lacha aos 21. Ela também é dona de duas empresas, uma produtora para agenciar sua própria carreira e a de outros artistas, e de um salão de beleza. Ambas avaliadas em R$ 300 mil.

Na trajetória de Ludmilla também teve algumas polêmicas e muito rebolado contra o preconceito. E teve choro, de dor, por vivenciar na pele o racismo, e também de vitória e alívio, como o da noite da sua consagração.

“Esse choro é de uma luta muito grande e muito longa, que estava preso dentro de mim, eu não esperava isso (o prêmio) nunca. Queria dizer para as meninas, mulheres periféricas: nunca deixem ninguém falar o que você é e o que você pode ser. Se vocês têm um sonho, por favor, lutem como uma garota e vão atrás dele”, disse ela, segurando o troféu de Melhor Cantora nas mãos.

Ludmilla em números

R$ 120 mil é o valor do cachê atual

R$ 3 milhões é quanto custa a nova mansão

R$ 300 mil: o capital social das duas empresas

R$ 400 mil é o valor carro Porsche

249 milhões de visualizações em "Cheguei", o clipe mais visto

5,6 milhões de audições mensais no Spotify

18 milhões de seguidores no Instagram

6.8 milhões de seguidores no Facebook

4,7 milhões de seguidores no Twitter


Ludmilla venceu o Show dos Famosos, do 'Domingão do Faustão' Foto: Reprodução/TV Globo

Ludmilla chorou ao ganhar o Prêmio Multishow de Melhor Cantora Foto: Reprodução/Instagram

Ludmilla ganhou os Prêmio Multishow de Melhor Cantora e Melhor Música Chiclete por "Onda diferente" Foto: Reprodução/Instagram

Mãe de Ludmilla reclama de ataques de fãs de Anitta Foto: Reprodução/Instagram