Propaganda

Embriagado, homem bate em viatura da PM que seguia para ocorrência de furto a banco

Embriagado, homem bate em viatura da PM que seguia para ocorrência de furto a banco
Olhar Direto

Um homem de 25 anos foi preso na madrugada deste sábado (2), após bater em uma viatura da Polícia Militar que seguia para uma ocorrência de furto ao banco Sicredi, na MT 339, sentido Glória D’Oeste (308km de Cuiabá). Ele dirigia um Toyota Etios e vinha de uma festa em Porto Esperidião (25km de Glória D’Oeste). A colisão aconteceu no momento em que os policiais abordavam dois homens em uma motocicleta.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 2h da madrugada os policiais, de São José dos Quatro Marcos (21km de Glória D’Oeste) se deslocavam para atender a ocorrência do assalto à Agência do Sicredi, quando avistaram dois homens em uma motocicleta, e os pararam para realizar a abordagem.

A viatura permaneceu parada, com o giroflex e os faróis ligados. Durante a abordagem, o condutor do veículo apareceu, em alta velocidade, sentido Glória D’Oeste – IV Marcos. Ele não diminuiu a velocidade, e tentou passar pelo acostamento, entre a moto e a viatura.

Neste momento, os policiais e os ocupantes da moto tiveram que saltar para o mato, e o Etios bateu de frente com a viatura, pegando a roda esquerda e lançando a viatura para o outro lado da pista.

O condutor saiu do carro, e foi verificado que ele estava em visível estado de embriaguez. Ele contou que estava em uma festa em Porto Esperidião. A Polícia Judiciária Civil (PJC) foi acionada, e requisitou a presença da Perícia Técnica (Politec). 
O motorista do Etios, então, queixou-se de dores no peito, foi encaminhado ao Posto de Saúde da Família local e, posteriormente, a Mirassol D’Oeste para realizar um raio-X. Ele ficou em observação no hospital de Mirassol e, por este motivo, não foi levado à delegacia, e não foram coletados todos os seus dados.

O carro foi remotivo do local juntamente com a viatura e deixados em frente à base da PM de Glória D’Oeste, já que a Delegacia de Porto Esperidião não possui local adequado para receber veículos.