Propaganda

Governo de MT abre inscrições para contratação temporária de professores

Fonte: O Livre

O Governo de Mato Grosso abriu nesta sexta-feira (8) o período de inscrições para contratação temporária de professores e outros 10 cargos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

As vagas são para atuação durante o período letivo de 2020 – todas têm jornada máxima de 30 horas de trabalho semanal – e os salários variam de R$ 1,1 mil a R$ 4,3 mil.

Os interessados têm até o dia 27 de novembro para se inscrever (clique aqui).

A seleção vai levar em conta a formação escolar e os eventuais cursos de aperfeiçoamento profissional que o candidato tiver como comprovar que fez.

Entre as oportunidades disponíveis está de intérprete de dialeto haitiano. São 11 vagas distribuídas em 6 cidades (Cáceres, Colíder, Cuiabá, Sinop, Sorriso e Várzea Grande) onde há escolas que oferecem atendimento aos imigrantes.

Confira os cargos e salários disponíveis e o nível de escolaridade exigido:

Professores

Escolaridade: ensino superior completo (Licenciatura Plena)
Salários: de R$ 1,1 mil a R$ 2,8 mil (para 20 horas semanais)
de R$ 1,7 mil a R$ 4,3 mil (para 30 horas semanais)

Técnico Administrativo Educacional (TAE)

Escolaridade: ensino médio completo
Salário: R$ 1,7 mil

Vagas disponíveis:

– técnico administrativo educacional;
– auxiliar de desenvolvimento infantil (só em Cuiabá);
– auxiliar de turmas;
– intérprete de Libras;
– instrutor surdo;
– Kreyol (dialeto haitiano)

Apoio Administrativo Educacional (AAE)

Escolaridade: ensino fundamental completo
Salário: R$ 1,3 mil

Vagas disponíveis:

– nutrição escolar (exigência de curso específicos na área de limpeza e higienização, organização e controle dos insumos utilizados na alimentação e preparação de alimentos)

– limpeza (exigência de curso específicos na área de limpeza e higienização, execução de pequenos reparos elétricos, hidráulicos, sanitários, alvenaria e jardinagem)

– vigilância (exigência de certificado na área de vigilância, segurança, relacionamento pessoal)

– manutenção de infraestrutura (exigência de certificado na área de vigilância, segurança, relacionamento pessoal e certificado em curso de prevenção de prevenção a violência contra a criança e adolescente, Estatuto da Criança e Adolescente, prevenção ao uso de drogas e entorpecentes)