Header Ads

FORQUILHA DO MANSO: Filha de vereador é presa por desacato a policiais durante ação de reintegração de posse

Uma decisão liminar da justiça estadual determinou a reintegração de posse do lote 235, do assentamento Forquilha do Rio Manso, localizado no município de Rosário Oeste, ao possuidor que havia sido esbulhado de sua propriedade por uma senhora identificada como Cilene, que seria filha do vereador João Carlos Arruda, o Tito e da presidente da Associação Entre Rios.

O mandato de reintegração de posse foi cumprido na manhã desta sexta-feira. Durante a ação, uma das filhas do vereador Tito, Cilene Almeida Mendes, teria ameaçado os policiais militares e apresentado resistência em acatar a ordem judicial. Os militares tiveram que efetuar a prisão da moça e conduzi-la para a delegacia de Nobres, onde será ouvida pela autoridade policial.

Em edição do dia 15 de novembro, o site noticiou que uma das filhas do vereador Tito teria se apropriado do lote 235, que seria do parceleiro Wander Grutka. Uma outra filha do político, Simone, apelidada de a “Maravilhosa”, comemorou a ocupação do imóvel com uma postagem insólita nas redes sociais. “Eu maravilhosa no lote 235, tapa na cara dos invejosos”. A postagem foi considerada um insulto a população e um deboche a direção do Incra.

Grutka teve seu pedido aceito pela justiça. Uma decisão liminar garantiu a reintegração de posse. A filha do parlamentar, que ocupava de forma clandestina o imóvel, foi notificada da decisão. Além de resistir ao cumprimento da ordem judicial, ainda teria desacatado os policiais que faziam a segurança do oficial de justiça. O resultado não poderia ser outro: foi presa por desacato e ameaças.
FORQUILHA DO MANSO: Filha de vereador é presa por desacato a policiais durante ação de reintegração de posse
Divulgação PM
Fonte: Edezio Adorno / A Bronca Popular
Tecnologia do Blogger.