Header Ads

Com contas aprovadas, Taques segue elegível e volta a ser opção tucana para ano com duas eleições

Com contas aprovadas, Taques segue elegível e volta a ser opção tucana para ano com duas eleições
Olhar Direto

Afastado da vida política desde que terminou seu mandato, após ser derrotado em sua tentativa de reeleger, o ex-governador Pedro Taques (PSDB) se livrou da rejeição de suas contas referente ao ano de 2018 e segue apto a retomar a vida pública neste ano em que Mato Grosso enfrentará duas eleições. A rejeição das contas o deixaria inelegível.

Taques, apesar de ter finalizado seu mandato como governador sob muitas críticas, ainda é hoje o político com mais experiência política dentro do PSDB por já ter vencido eleições para o Senado e para o Governo do Estado.

Advogando desde o segundo semestre do ano passado, após conseguir regularizar sua carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o ex-chefe do Executivo estadual já declarou que não pretende se envolver com a política em 2020, no entanto, ele sempre deixou claro - principalmente quando era governador - que seu sonho é um dia ser prefeito de Cuiabá.

A vaga no Senado que será deixada em breve pela senadora cassada Selma Arruda (PODE) também pode ser o caminho para Taques, que já fez um bom trabalho como senador quando ainda era filiado ao PDT.

O PSDB, partido que sempre teve muita força em Mato Grosso, mas passou por uma de suas piores crises na eleição de 2018, até o momento não se manifestou sobre a eleição suplementar para o Senado.

No mês de dezembro, o presidente estadual do partido, Paulo Borges, trabalhando em uma renovação na sigla, lançou a pré-candidatura do empresário Luís Carlos Nigro à prefeitura de Cuiabá.
Tecnologia do Blogger.

agitosrosario, notícias diamantino e notícias rosário oeste