Header Ads

Policiais Civis de Nobres ajudam cumprir mandados contra suspeitos de invadirem casa de Janaína

Olhar Direto

Polícia cumpre 9 mandados contra suspeitos de invadirem casa de Janaína e manterem-na em cárcere

A Polícia Judiciária Civil deflagrou na manhã desta segunda-feira (06) a operação "Judas Iscariotes", com objetivo de cumprir nove mandados em Cuiabá e Nobres (a 122 quilômetros da Capital), contra suspeitos de cometerem um roubo na casa da deputada Janaina Riva (MDB) e seu marido Diógenes de Abreu Fagundes, na madrugada do dia 24 de dezembro, no bairro Santa Rosa. Até o momento, duas pessoas foram presas e as diligências prosseguem para cumprir os demais mandados.

Mais de cinco pessoas estariam envolvidas no crime, de acordo com investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá. O delegado Guilherme Fachinelli preside o inquérito e representou pelos cinco pedidos de prisões e quatro mandados de buscas, deferidos pelo juiz plantonista da Comarca de Cuiabá.

Cinco equipes policiais da DERF Cuiabá e da Delegacia Municipal de Nobres, com apoio do delegado Guilherme Bertoli, estão em campo para cumprimento dos mandados.

Conforme noticiado com exclusividade pelo Olhar Direto, a invasão foi premeditada e teve participação de um funcionário da residência. A reportagem teve acesso com a mensagens trocadas entre os criminosos, em que afirmam planejar o crime há cerca de um mês e que o objetivo inicial era fazer toda a família refém.

“Lá tá fácil, tem o funcionário da casa que deu o canal. Esse canal já era para nós ter pegado desde o mês passado para fazer o povo de refém. O povo viajou, o cofre tá lá, a maleta com o dinheiro tá lá, é só revirar e achar. Vai precisar de pelo menos três pessoas e um carro. A casa de apoio vai ser a casa do meu primo. Ele vai mostrar pra você onde é a casa e depois vocês vão com o carro. Pegou o malote e corre pra casa do meu primo (sic)”, diz um dos bandidos, em um áudio encaminhado via WhatsApp. 

Em outra mensagem o criminoso demonstra ter informações em tempo real do que ocorre na residência dos Riva. “Corre hoje tá bonito lá na casa entro uma mochila de grana agora de manhã (sic)”. Na troca de mensagens um dos envolvidos afirma, ainda, que o funcionário da casa supostamente envolvido no assalto iria receber parte do que fosse subtraído do local

O crime

Na madrugada de 24 de dezembro, dois homens invadiram a residência no bairro Santa Rosa, onde mora a deputada estadual Janaína e seu esposo. Segundo relato das vítimas, conforme observado nas câmeras de monitoramento da casa, os homens conseguiram abrir o portão eletrônico e seguiram para o quarto do casal, agindo com agressividade e truculência, apontando as armas. 

Os dois homens ficaram na casa por dez minutos e levaral joias, celular e a quantia de R$ 41 mil. Segundo checagem no sistema de monitoramento de tornozeleiras, foi identificado o sinal de uma pessoa monitorada (W.T.A.S., 24 anos) na região onde ocorreu o roubo.

O suspeito foi reconhecido por foto pelas vítimas como um dos autores do roubo. O celular levado foi localizado em um terreno baldio no bairro Pascoal Ramos. Quatro pessoas, entre elas o suspeito reconhecido pelas vítimas, foram presas no mesmo dia do crime, com o dinheiro roubado.

Os suspeitos foram identificados como Edivaldo Manoel Santana de Arruda, Leidiane Santana de Arruda, Mirian Maíra da Silva, além de Weslei Tiago de Arruda da Silva.


Tecnologia do Blogger.

agitosrosario, notícias diamantino e notícias rosário oeste