Header Ads

Valor do Nintendo Play Station em leilão já passa dos US$ 360 mil




Quem não é muito ligado na história dos videogames não sabe, mas o PlayStation já foi da Nintendo. O que hoje é talvez a linha de consoles mais popular da indústria já foi um projeto da Sony para um acessório que rodava jogos em formato CD no Super Nintendo. Menos de 200 protótipos do aparelho foram produzidos, e um deles está à venda num leilão, que já passa dos US$ 360 mil.

Os atuais proprietários do Play Station (assim mesmo, separado) adquiriram essa raridade em um leilão de falências que incluía itens do ex-CEO da Sony, Olaf Olafsson. A Heritage Auctions, que está conduzindo o leilão, garante que o aparelho ainda funciona, e até jogaram alguns rounds de Mortal Kombat.

O Nintendo Play Station esteve em produção no início dos anos 1990. Porém, um dia depois que a Sony anunciou sua parceria com a Nintendo na CES 1991, a Nintendo revelou que havia fechado um acordo com Phillips para uma plataforma de jogos baseada em CD.

O resultado foi o Phillips CD-i, um projeto malfadado que teve títulos como "Hotel Mario", "Link: The Faces of Evil" e "Zelda: The Wand of Gamelon", considerados os três dos piores jogos de todos os tempos. Três anos depois, a Sony lançou o PlayStation como um console próprio, e o resto é história.

Um dos interessados em comprar o Nintendo Play Station é o criador do Oculus VR, Palmer Luckey. Colecionador de consoles, o executivo explicou que deseja digitalizar e preservar a história dos videogames físicos, e criar uma experiência em realidade virtual que “garantirá que a experiência original continue para sempre”.

O leilão online vai até o próximo dia 27. No dia 6 de março ocorrerá um leilão ao vivo, e sabe-se lá qual será o valor do console então. Os proprietários já disseram que recusaram uma oferta de US $ 1,2 milhão pelo videogame, então as expectativas estão bem altas.

Fonte: olhardigital
Tecnologia do Blogger.