Plantão

Rover da Nasa tira selfie pouco antes de quebrar recorde de escalada



Recentemente, o Rover Curiosity da Nasa estabeleceu um novo recorde: escalou o Greenheugh Pediment, considerado uma das partes mais íngremes de Marte. No entanto, antes do feito, o veículo tirou uma selfie, capturando o exato momento em que estava pronto para começar a subir.

A imagem é um panorama de 360º criado a partir de 86 fotos tiradas separadamente e transmitidas para a Terra. No registro, o veículo está 3,4 metros abaixo do ponto escalado posteriormente. Para capturar cada uma das fotos, o Rover utiliza uma ferramenta chamada Mars Hand Lens Camera (Mahli).

Esta câmera é geralmente usada para oferecer uma visão aproximada dos grãos de areia e das texturas das rochas. As imagens capturadas cobrem apenas uma pequena área, por isso, são necessárias muitos "cliques" e posições do braço robótico para capturar todo o veículo espacial e seus arredores. O vídeo abaixo exemplifica como o Rover se move para tirar as fotos.
Inclinação durante a escalada

O recorde de escalada foi quebrado em seis de março. Para completar a tarefa, foram necessárias três viagens até o veículo ter êxito – além de uma inclinação de 31 graus, a maior já registrada pela agência espacial.

Mesmo inclinado durante a subida, o Rover não corre o risco de capotar. Isso porque o sistema de rodas pode inclinar-se em um ângulo de até 45 graus. No entanto, movimentações íngremes podem fazer com que as rodas girem em falso. Com isso, ele corre o risco de não sair do lugar.

Fonte: olhardigital