Plantão

Sete são presos com 21 quilos de drogas em MT



Policiais militares e civis em Alta Floresta (a 803 km de Cuiabá) prenderam na noite de segunda-feira e manhã desta terça-feira (23 e 24.03), sete pessoas, sendo quatro delas por tráfico de droga e três por porte ilegal de arma de fogo. Nos dois dias de trabalho, os agentes apreenderam 15 tabletes de maconha, oito pacotes de skank, meio tablete de pasta base de cocaína e três espingardas de calibres 12, 32 e 36.

Conforme o primeiro boletim de ocorrência, a denúncia apontava uma chácara como ponto de venda de drogas. Em monitoramento, os policiais abordaram um homem que chegava ao imóvel.

Ele carregava uma porção de maconha. Questionado, ele negou qualquer envolvimento com o crime e autorizou a vistoria na casa. O homem ainda alegou que tinha acabado de alugar o imóvel.

Dentro da casa os policiais encontraram duas bolsas com resquícios de entorpecente. A namorada do suspeito que também estava na casa, caracterizada no BO como testemunha, apontou uma mulher como à responsável pela venda da droga.

Os policiais foram até a casa da suspeita que contou aos agentes que tinha chegado à cidade no domingo (22), carregando 19 quilos de maconha e entregou para o homem que negou qualquer envolvimento com o tráfico de drogas. Ela disse que o entorpecente estava dentro das bolsas vazias encontradas na chácara.

Já no segundo BO, registrado na manhã desta terça-feira (24), os policiais voltaram à chácara na procura da droga quando viram um veículo Ford Fiesta branco, chegando à propriedade. No carro estava a irmã do suspeito detido no dia anterior, junto de outro homem. Ambos foram detidos por tráfico de drogas.

A dupla acompanhou a vistoria minuciosa em toda área da propriedade. Em um pé de bananeira, os policiais encontraram uma balança.

Dentro de uma bolsa, estavam os tabletes de maconha, o skank, a pasta base de cocaína e mais uma balança. O homem que tinha chegado no carro Fiesta disse aos agentes que uma mulher tinha lhe oferecido uma espingarda.

Ele levou os agentes até a casa da suspeita que apresentou uma das armas e apontou outros dois homens com quem também teria feito negócio. Os dois foram localizados, detidos e as armas apreendidas.

Fonte: folhamax