Propaganda

Escritor Rubem Fonseca morre no Rio de Janeiro aos 94 anos



Autor de clássicos da literatura brasileira, Rubem Fonseca morreu na tarde desta quarta-feira (15), no Rio de Janeiro, aos 94 anos. A informação foi confirmada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

O escritor sofreu um infarto em seu apartamento, no Leblon. Em seguida, ele foi levado imediatamente ao hospital Samaritano pela sua filha, a escritora e roteirista Bia Corrêa do Lago, mas não resistiu.

Rubem Fonseca é conhecido por ser um dos contistas brasileiros mais famosos. Ele é escritor de obras como Feliz Ano Novo (1976), A Coleira do Cão (1963), O Cobrador (1979). Seu último livro de contos inéditos foi lançado há dois anos, Carne Crua.

O primeiro romance aconteceu em 1973, O Caso Morel, e o segundo, A Grande Arte (1983), que lhe rendeu o prêmio Jabuti. Além da produção literária, Fonseca também assinou roteiros adaptados de suas obras. Pelo filme Stelinha (1990), recebeu o Kikito de Ouro no Festival de Gramado.

Nascido em Juiz de Fora (MG) em 11 de maio de 1925, José Rubem Fonseca mudou-se para o Rio, aos 8 anos de idade. Formado em Direito, o famoso trabalhou como comissário de polícia no início dos anos 1950.

Fonte: rd1