Propaganda

Google Assistente recebe novos recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência



O Google anunciou algumas atualizações nos recursos de acessibilidade do Android para o Dia Mundial da Conscientização sobre a Acessibilidade, que acontece toda terceira quinta-feira do mês de maio. A data tem o objetivo de aumentar a conscientização a respeito da acessibilidade das pessoas com deficiência.

O principal anúncio é o lançamento público dos Action Blocks, que permitem criar botões grandes e personalizados para ações complexas, como tocar música ou fazer uma ligação - tarefas difíceis para alguém com deficiência cognitiva. Novos recursos também foram adicionados ao Live Transcribe, suporte Bluetooth ao Sound Amplify e melhores opções de navegação ao Voice Access.

Todos esses recursos podem ser extremamente importantes para pessoas com deficiência, além de serem úteis para todos os usuários. Os Action Blocks, por exemplo, podem ajudar a configurar pequenas ações do Google Assistente para automatizar coisas comuns que seriam feitas com a voz, como pedir para desligar as luzes da casa.

Após instalar o Action Blocks, você pode configurá-lo escolhendo uma lista de ações predefinidas ou digitando por conta própria. Isso também pode ser feito por voz, com o Google Assistente. Depois de configurado e testado, você pode salvar o botão na tela inicial.

O app permite colocar sua própria foto personalizada no botão, afinal o objetivo é ajudar pessoas com deficiências cognitivas a realizar tarefas em seus telefones. Portanto, definir uma foto grande de um membro da família para fazer uma chamada de vídeo é essencial.

O Live Transcribe é um dos recursos mais úteis criados pelo Google. Ele faz exatamente o que o nome diz: transcreve automaticamente um discurso para texto - inclusive em mais de um idioma. A novidade é que agora é possível definir palavras específicas que o mecanismo pode não reconhecer, como um nome difícil ou um termo técnico. Basta digitar a palavra nas configurações do Live Transcribe; não é necessário falar em voz alta.

Fonte: olhardigital