Propaganda

Marcelo Adnet faz piada após Bolsonaro mencionar churrasco em Brasília



Marcelo Adnet alfinetou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com uma imitação após o anúncio de um churrasco no Palácio da Alvorada neste sábado (9) – que acabou não acontecendo. O vídeo completo foi exibido no programa Sinta-se em Casa, roteirizado e gravado por Adnet em sua casa e disponível no Globoplay.

No programa de humor, o comediante serviu um churrasco para o Centrão, rasgou a Constituição e tomou um drinque feito com cloroquina, medicamento defendido por Bolsonaro para o tratamento do coronavírus.

“O [ministro do Meio Ambiente, Ricardo] Salles já fez o fogo, especialidade dele. Eu vou rasgar mais uma página disso aqui, que é minha especialidade“, provocou Marcelo Adnet.

“Sabemos que estamos vivendo um momento muito difícil. Você vai em um hospital e vê o sofrimento das empresas, minha vontade é enfiar cloroquina na boca dos CNPJs“, disparou o global, que completou após tomar a bebida, chamada por ele de caipicloroquina: “É meio amargazinha, mas dá para o gasto“.

Sobrou até para o ministro da Economia, Paulo Guedes, enquanto a carne, chamada de “mamatinha saturada”, era assada: “Se o Guedes aparecer por aqui, eu frito ele. Nada melhor que um dia desses comer carne sangrando“.

No Twitter, Marcelo Adnet falou bastante sério e detonou o presidente: “Sabe o fundo do poço? Então, não era o fundo ainda. Tem gente comemorando com carne mal passada e caipicloroquina este momento trágico“.

Fonte: rd1