Propaganda

Morte de índio de 8 meses expõe subnotificação em MT; ele não tinha doenças



O bebê de oito meses que morreu da Covid-19 no município de Alto Boa Vista, é indígena e vivia na aldeia Marawãitsédé. A morte foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nessa terça-feira (19) e é a primeira morte pela doença entre indígenas no estado.

No entanto, a morte foi no último dia 11. Segundo a prefeitura, em Alto Boa Vista não havia um caso se quer de coronavírus registrado, o que demonstra um problema que os médicos vem apontando: a subnotificação de casos, já que ainda não se sabe se os pais ou mais membros da tribo estão com o vírus.

O bebê não tinha qualquer comorbidade que pudesse potencializar a doença. A Secretaria Municipal de Saúde e a Fundação Nacional de Saúde Indígena (Funai) vão fazer uma reunião nesta quarta-feira para decidir como mapear ocorrências na região.

A Secretaria Estadual de Saúde notificou até a tarde desta terça-feira 941 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso. Foram registrados 32 óbitos em decorrência do coronavírus no estado.

Dos 1.005 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 522 estão em isolamento domiciliar e 363 estão recuperados. Há ainda 88 pacientes hospitalizados, sendo 45 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 43 em enfermaria.

Do total de casos em Mato Grosso, 50% dos diagnosticados são do sexo feminino e 50% masculino; além disso, 281 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos.

Fonte: folhamax