Propaganda

Polícia Civil prende autores de homicídio ocorrido em março no bairro Bom Jesus em Diamantino

A Polícia Judiciária Civil de Diamantino (193 km de Cuiabá) em conjunto com a Policia Penal, identificou e prendeu os três autores da morte de Agnaldo Rodrigues Peçanha, de 27 anos.

A vítima foi morta com pelo menos 15 disparos de arma de fogo, em março de 2020, por dois suspeitos, por volta das 23:50h, no "bar da Nega" localizado no bairro Bom Jesus em Novo Diamantino.

Após o crime, os executores fugiram em um carro que deu apoio durante o ato criminoso.

Além de identificarem os autores, a polícia descobriu que havia um mandante por trás de tudo e que pode ser quem articulou toda a ação.

O suspeito Pedro Eric, de 19 anos, foi apontado como o executor e um menor de 17 anos também participou no momento dos disparos, já José (Vulgo Negão) segundo a polícia foi quem deu apoio aos executores. A motivação ainda é desconhecida, mas provavelmente Agnaldo foi morto por engano, uma vez que o mesmo estava escondido em baixo de uma cama.

Os suspeitos de 17 e 19 anos possuem diversos registros criminais, já Jose (Negão) não tem passagens criminais.

O delegado Gilson Silveira representou pela prisão preventiva dos suspeitos, sendo a ordem de prisão expedida pelo juizado de Diamantino.

Os mandados foram cumpridos nesta sexta-feira (22.05) por volta das 5:30 da manhã.

O menor e José foram capturados no bairro Bom Jesus no Novo Diamantino em suas respectivas residências. Já Pedro Eric estava na casa da mãe no bairro Jardim Alvorada.

Todos irão responder por homicídio qualificado.

FONTE: DIAMANTINO NEWS