Propaganda

Regina Duarte é excluída de chamada do Globoplay sobre novelas

Regina Duarte (Raquel) em Vale Tudo; atriz surge apenas de costas e estendendo a mão em chamada do Globoplay (Imagem: Reprodução / Globo)

A agora ex-Secretária Especial de Cultura Regina Duarte foi excluída da chamada que o Globoplay preparou – ao som de O Portão, de Roberto Carlos – para anunciar a chegada de novelas clássicas à plataforma.

Regina, que deixou a Globo quando atendeu ao chamado de Jair Bolsonaro para a Secretaria, marca presença em cinco títulos garantidos pelo serviço de streaming: Roque Santeiro (1985), Vale Tudo (1988), Rainha da Sucata (1990), História de Amor (1995) e numa participação em Guerra dos Sexos (1983).

No anúncio, de dois minutos, ela surge apenas de costas numa cena do primeiro capítulo de Vale Tudo, trama de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères na qual deu vida à batalhadora Raquel. E estendendo a mão para Sinhozinho Malta (Lima Duarte) lamber, numa das históricas sequências de Roque Santeiro; no folhetim de Dias Gomes e Aguinaldo Silva, Duarte interpretou a oportunista Viúva Porcina.

A ausência de um dos maiores nomes da teledramaturgia chama atenção – e vai de encontro ao tratamento dado pela Globo à ex-contratada, chamada inclusive de “ex-atriz” no Jornal Nacional enquanto Secretária de Cultura do governo Bolsonaro.

Cabe salientar que outros ex-funcionários, nomes da concorrência e até envolvidos em polêmicas recentes estão presentes na chamada do Globoplay. José Mayer, que deixou a casa após ser acusado de assédio sexual, aparece no vídeo como Pedro, de Laços de Família (2000), novela de Manoel Carlos.

Ana Paula Arósio e Mário Gomes, que se indispuseram com diretores, surgem em cenas de Terra Nostra (1999) e Vereda Tropical (1984), escritas por Benedito Ruy Barbosa e Carlos Lombardi. Lucinha Lins, atualmente na Record, representa Roque Santeiro. Também Bruna Marquezine, Giulia Gam e Malu Mader – em duas ocasiões –, que hoje estão fora do banco de elenco do canal.

Ainda Ricardo Macchi, eternamente associado ao desempenho pífio como Cigano Igor, de Explode Coração (1995), também marca presença duas vezes. Antonio Fagundes e Tony Ramos dominam o anúncio, com 5 e 4 aparições.

Fonte: RD1