Propaganda

Wagner Moura dispara poucas e boas contra Bolsonaro e Regina Duarte



Wagner Moura voltou a falar sobre a política brasileira. Em entrevista para a revista Marie Claire, o ator falou sobre a frustração de seu primeiro filme como diretor, Marighella, que ainda não estreou no Brasil.

O famoso aproveitou e soltou o verbo contra o governo Bolsonaro e Regina Duarte, que até a manhã desta quarta-feira (20) estava no cargo de secretária especial de Cultura.

“Rodamos Marighella no final de 2017, um filme feito sobre e para o Brasil. Por isso, é frustrante demais não ter estreado ainda. Dediquei muito da minha vida, do meu dinheiro para fazê-lo. Não vê-lo acontecer por ignorância e brutalidade de uma censura é doloroso“, afirmou ele

“O prejuízo financeiro, claro, é grande. Para poder estrear em maio – o que não vai mais acontecer -, tivemos de abrir mão do R$ 1,2 milhão de reais do fundo setorial, da Ancine, com que fomos contemplados”, acrescentou.

“É um valor que a gente não tem, mas que os produtores tiveram a coragem de abdicar, esperando que Marighella faça uma boa bilheteria, já que essa proibição inegavelmente gera mais interesse”, declarou Moura.

O baiano, então, desabafou sobre as críticas que recebe por seu posicionamento político: “Sou uma pessoa de esquerda e sempre me coloquei assim, mas Marighella catalisou um ódio muito grande desde que a gente começou a trabalhar, o que só piorou com a eleição de Bolsonaro. Filmar já foi f***. Tinha gente dizendo que ia entrar no set, bater na gente. Era sempre uma tensão, mas também combate. A gente sabe a importância que o filme tem. Eu me dediquei muito e nunca ganhei um tostão”.

“Quando o Bolsonaro se elegeu, algumas pessoas diziam: ‘Temos que torcer para tudo dar certo’. Eu respondia: ‘Não posso torcer para esse governo dar certo porque tudo o que esse governo propõe, acho errado’. Bolsonaro acabou com o Ministério da Cultura. Nessa área específica, se você torcer para dar certo, é torcer para o fim de qualquer coisa que diga respeito ao pensamento crítico”, lembrou ele.

Sobre Regina Duarte, Wagner Moura lembrou da recente entrevista dela à CNN Brasil e foi direto: “Regina Duarte, assim como seu predecessor, também é nazista”.

Fonte: rd1