Propaganda

Polícia prende padrasto por morte de deficiente em MT



A Polícia Civil de Nortelândia (253 km a médio-norte de Cuiabá) cumpriu na noite desta terça-feira (23.06) o mandado de prisão temporária contra o suspeito pela morte de Jucineia Goncalves de Matos, 42 anos. A prisão do suspeito de 45 anos, que é padrasto da vítima, foi representada à Justiça pelo delegado Rodrigo Costa Rufato, que conduz as investigações.

A vítima, que tinha deficiência cognitiva, estava desaparecida desde o domingo, 21 de junho. O corpo foi encontrado no rio Santana, próximo aos fundos da igreja católica Santa Luzia, na manhã desta terça-feira, na margem do lado da cidade de Arenápolis.

Conforme informações repassadas por um familiar, que registrou boletim de ocorrência do desaparecimento da vítima, Jucineia saiu de casa no fim da tarde de domingo, sem levar o celular e depois não foi mais vista.

O delegado informou que a perícia inicial descartou as hipóteses de afogamento ou estrangulamento. Detido na terça-feira, o suspeito foi encaminhado à Delegacia de Nortelândia e em entrevista aos policiais, não se manifestou.

A Polícia Civil segue com as diligências para reunir provas e depoimentos para o inquérito. Familiares da vítima estão sendo ouvidos e o delegado Rodrigo Rufato aguarda também o resultado dos laudos da Politec para confirmar a causa da morte.

O suspeito será encaminhado para realização de exame de corpo de delito e depois irá para uma unidade prisional.

Fonte: folhamax