Header Ads

BARRA DO BUGRES: Prefeito perde eleição e demite 365 funcionários; cidade fica sem médicos


O candidato à reeleição em Barra do Bugres (165 km de Cuiabá), Raimundo Nonato (DEM), demitiu 365 funcionários públicos e deixou a cidade sem médicos especialistas após perder a eleição. Além de médicos, assistentes sociais, enfermeiros e fisioterapeutas perderam os empregos.

Nonato justificou, afirmando que é um ajuste de contratos para a próxima gestão. “Aconteceu que tem prazo pra sair todo mundo. Quando tinha 90 dias entre a eleição e o próximo mandato era uma coisa, agora tem só 45 dias e todo mundo tem que sair junto com o prefeito. Esse é o motivo”, disse ele ao Broadcast Político da Agência Estado.

O município conta com apenas uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e um centro de especialidades, que com o corte de funcionários, está sem médicos cardiologistas, ortopedistas e psiquiatras.

Os pacientes mais graves são transferidos para Cuiabá e os partos são realizados em Nova Olímpia.

Raimundo Nonato perdeu a eleição para o candidato Divino Henrique (PDT) por uma diferença de 414 votos. Ele recebeu 6.945 votos, enquanto o adversário ganhou a eleição com 7.395.

O gestor disse ainda que os serviços na UPA estão funcionando em meio expediente.

Repórter MT


Tecnologia do Blogger.